27.5.15

Qual o último livro/filme que te fez pensar?

Você consegue lembrar o título do último livro que te fez pensar no próximo? Dentre as minhas últimas leituras, separei três títulos que resultaram em três diferentes reações e reflexões com o mundo à nossa volta. As histórias, mesmo diferentes, compartilham o mesmo estado reflexivo para com o próximo e nós mesmos. É muito louco pensar desta forma, tendo em vista que, para mim, toda leitura nos faz refletir, mas não é exatamente por isso que amamos ler?

Comigo, tudo começou com "Clube da Luta" no qual vemos um personagem lutar consigo mesmo, com suas próprias crises e medos. Tudo isso com um toque de ironia e humor negro. O autor trata a humanidade x consumismo nos dizendo que a sociedade é avaliada pelo sistema capitalista. Ou seja: somos o que possuímos ou o que somos de verdade? E o personagem se vê manipulado por esse sistema e forçado a manter um padrão social cool. No meio disso tudo, ele se depara com uma personagem perturbadora que tem seus altos e baixos e ela nada mais é do que uma ameaça à sua própria mentira. Será mesmo que a cegueira é tamanha ao ponto de não enxergarmos quem realmente somos e quais são as nossas próprias fraquezas? Temos tanto medo de ser o que realmente somos, mas nos vemos obrigados a seguir um padrão. Esse é um dos inúmeros pontos reflexivos que "Clube da Luta" proporciona.

Mas e quando o livro te faz julgar um personagem? "A Lista Negra" foi um dos livros que mais mexeram com a minha faculdade de julgar o próximo. E o julgar aqui não precisa ser necessariamente uma palavra com efeitos ruins. Atire a primeira pedra quem nunca julgou alguém ou uma situação. Isso faz parte da nossa natureza. Jennifer Brown aborda o bullying de uma forma única e psicológica. Um assassinato em massa dentro de um colégio é o tema central do livro e a reação dos pais, estudantes e envolvidos após o fatídico dia é o que continua a dar vida à história. No livro, vemos os dois lados da moeda, o de quem sofre e o de quem pratica o bullying. O sentimento de culpa que por muitas vezes permeia nossa vida em diferentes situações, também tem presença firme em "A Lista Negra" e a forma como cada personagem lida com essas sequelas também é única. Aqui, não existe certo e errado. Ou existe? Na verdade, não sei dizer. Eu só tenho plena e absoluta certeza de que este livro vai te fazer pensar e muito no próximo.

A minha última parada foi em "O Sol é Para Todos" (tem resenha aqui) e como dizem por aí, "lacrou" todo esse estado reflexivo me fazendo pensar sob os olhos de uma criança. O julgamento e o olhar da criança para determinadas situações não são o mesmo que os nossos e muitas vezes nos esquecemos disso. Vestimos a armadura da vida adulta e encaramos nossos problemas com toda maturidade do mundo e nos frustramos quando por vezes não conseguimos achar a solução. Não é um livro que nos mostra as respostas. Como em "A Lista Negra", o julgamento faz parte da nossa natureza e, além do sentido literal da palavra, o desta história é o ponto determinante para trazer à tona a revolta em todos os adultos que também leram este livro com os olhos de uma criança.

Poderia ficar horas divagando sobre essas três leituras. Agora, transporte este pensamento para filmes. Você assiste a uma comédia romântica, ri bastante, se identifica com a personagem principal e sai do cinema pensando sobre, por exemplo, sua vida amorosa. Depois você assiste um drama contando uma história verídica e passa a refletir sobre o que você está fazendo com a sua vida. Viu só? O efeito é o mesmo. Todas as formas de cultura e expressão nos fazem pensar e é sobre isso que queria conversar com vocês hoje. Esses foram os meus três últimos livros reflexivos, lidos recentemente. Quais livros ou filmes que mais fizeram vocês refletirem e/ou pensarem no próximo?

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por visitar e comentar no Literature-se.
Assim que puder, visitarei o seu blog. Caso não tenha um, deixe twitter, Facebook ou e-mail para que eu possa respondê-lo :)
Dicas, sugestões e críticas construtivas? Comentários abertos para isso e muito mais, só contando com aquela boa dose de bom-senso necessário, né? ;)

 
Literature-se © Todos os direitos reservados :: Ilustração por Prih Mizuh (@pri_mizuh) :: voltar para o topo