12.5.15

Dash & Lily's Book of Dares, Rachel Cohn e David Levithan

Dash & Lily's Book of Dares, escrito por Rachel Cohn e David Levithan

Editora: Ember (livro internacional)
Páginas: 260
ISBN: 037-586-659-0

“Eu deixei algumas pistas para você. Se você quiser continuar, vire a página. Se não quiser, deixe o caderno de novo na prateleira, por favor.” Assim começa o mais novo romance relâmpago dos autores mais vendidos do New York Times.


Lily deixou um caderno vermelho repleto de desafios em uma prateleira em sua livraria favorita, esperando apenas o garoto certo para aceitar as pistas. Mas Dash é o garoto certo? Ou Dash e Lily estão destinados apenas a trocar desafios, sonhos e desejos no caderno que atravessa Nova York? Os próprios egos poderiam possibilitar a conexão com as versões deles mesmos trocadas do caderno? Ou seriam eles um conjunto de incompatibilidades de desastrosas proporções? Rachel Cohn e David Levithan escreveram um romance que levará leitores a perambular entre as prateleiras de livrarias, procurando e procurando por amor (e um caderno vermelho) para eles próprios. 
Imagine encontrar uma charada dentro de um Moleskini vermelho nas prateleiras de sua livraria favorita de Nova York. Foi o que aconteceu com Dash próximo de seu feriado não tão favorito assim, o Natal. A mensagem dizia: “Eu deixei algumas pistas para você. Se você quiser continuar, vire a página. Se não quiser, deixe o caderno de novo na prateleira, por favor.” Dash não poderia deixar uma mensagem como esta esperando, não é mesmo?

Nas primeiras trocas de pistas no Moleskini, Dash descobre que foi feito por uma garota chamada Lily e logo se vê tomado pela vontade de continuar fazendo deste mistério uma grande bola de neve.

Do outro lado da cidade e da história, Lily, que ama o Natal com todas as forças, não imaginava que essa ideia louca de desafiar um completo desconhecido com pistas e charadas daria certo. Na verdade, foi ideia de seu irmão que também estava cansado de vê-la super protegida pelo avô e mimada pelo resto da família, com zero chances de conseguir se apaixonar por conta própria.

Lily e Dash, vidas completamente diferentes, porém, com conhecidos e gostos literários em comum. Os dois personagens se equilibram juntos. Dash enfrenta uma separação de seus pais e Lily lida com a superproteção. Entretanto, a partir do momento em que Dash aceita fazer parte dessa brincadeira, a vida dois dois vira de cabeça para baixo e eles se veem fazendo coisas que jamais fariam em suas vidas “normais”.

Para quem é fã de Nova York, este livro é um prato cheio com dicas de turismo entrelaçadas com as pistas deixadas por cada um deles. Viajamos juntos dos protagonistas por uma Nova York natalina cheia de neve, lojas em liquidação, passeios diferentes e, é claro, também conhecemos o famoso Papai Noel da Macy’s.

Os pontos negativos da narrativa foram os capítulos da Lily. Apesar de rápidos, a personagem se perde em certas situações com resoluções simples e mínimas, fazendo a maior tempestade em copo d´água e envolvendo alguns de seus familiares. Parte dessa superproteção também é repetitiva e cansativa, mas ela compensa tudo isso ajudando Dash quando ele mais precisa.

O livro é dividido em capítulos com o ponto de vista de cada um deles e foi escrito por dois gênios do young adult. Tinha como dar errado? Não. E mesmo sendo young adult, o final me surpreendeu bastante. Esperava outra coisa. A Rachel e o David acertaram em cheio e trouxeram diversão, leveza e fofura durante todo o tempo de leitura. A escrita é fácil e é uma ótima opção para quem quer começar a ler em inglês.

Espero que tenham gostado. Sei que tem muita gente que deseja começar a ler em inglês e não sabe por onde começar... Young Adults são uma ótima opção!

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por visitar e comentar no Literature-se.
Assim que puder, visitarei o seu blog. Caso não tenha um, deixe twitter, Facebook ou e-mail para que eu possa respondê-lo :)
Dicas, sugestões e críticas construtivas? Comentários abertos para isso e muito mais, só contando com aquela boa dose de bom-senso necessário, né? ;)

 
Literature-se © Todos os direitos reservados :: Ilustração por Prih Mizuh (@pri_mizuh) :: voltar para o topo