1.5.15

Amor ao pé da letra, de Melissa Pimentel

Amor ao pé da letra, escrito por Melissa Pimentel.
Editora: Paralela
Páginas: 298
ISBN: 9788565530859
Livro cedido pela editora em parceria com o blog. 
Melissa é uma agente literária que, assim como sua personagem, Lauren, se mudou de uma pequena cidade dos Estados Unidos para Londres de um dia para o outro. Seu principal objetivo, e o de sua protagonista, era se divertir, sempre que possível acompanhada de belos britânicos. Infelizmente, Melissa logo descobriu que conquistar esses homens era mais difícil do que parecia, mesmo quando ela jurava não querer nada sério. Foi aí que ela teve uma ideia: decidiu seguir os conselhos dos mais populares livros de autoajuda para conquistar homens e criou um blog para narrar suas experiências. Nasceram daí os encontros de Lauren, que em 'Amor ao pé da letra', receberam toques de ficção como uma legítima comédia romântica. Um diário de "Bridget Jones" para a geração "Girls", "Amor ao pé da letra" promete conquistar todos que já sofreram na busca do amor verdadeiro.

O romance de estreia de Melissa Pimentel conta a história de Lauren, uma garota americana que, após um acontecimento desastroso e misterioso em seu passado, decide mudar-se para Londres e iniciar uma nova vida, uma nova cultura e tudo isso, é claro, ao lado de novas pessoas. Pessoas as quais ela estava louca para conhecer, de verdade. 

Em busca de romance e com um passado duvidoso de relacionamentos não tão bem sucedidos, Lauren tem a brilhante ideia de seguir os ensinamentos de livros de autoajuda diferentes a cada mês, para sentir na pele se eles funcionam de verdade. A personagem chama essa nova fase de sua vida de "experimento científico". Para acompanhá-la neste experimento, Lauren conta com o apoio de sua colega de apartamento, a escrachada Lucy.

Os capítulos são divididos de forma divertida e diferente. Temos o nome do livro de autoajuda do mês e o mês em questão. E no decorrer desses capítulos, a autora dividiu os acontecimentos em dias como se fosse uma contagem. E quando Lauren começa oficialmente os seus guias, um dos primeiros pensamentos que podem surgir na mente do leitor é que a leitura ficará arrastada e lenta, porém, as passagens são rápidas, agitadas e tão diferentes uma das outras que o leitor nem sente o tempo passar e, quando percebe, já está quase terminando um dos guias junto com a personagem. Os guias nos envolvem, talvez bem mais do que envolveram a própria Lauren. 

Lauren se diz feminista e essa questão é debatida em vários momentos da história, direta e indiretamente, e vemos esse debate quando sua própria irmã a indaga sobre o assunto. Por falar em sua irmã, Meghan é uma personagem importantíssima para a história. Ela traz Lauren de volta à realidade, a questiona sobre essa "maluquice" científica e  resgata o que tem de melhor nela.

Um dos pontos negativos do livro é a ligação da Lauren com a irmã. Por mais que inúmeras vezes Meghan diz que Lauren é maravilhosa, com bom coração, que precisa seguir em frente e que nenhum homem deveria rejeitá-la, não é o que vemos. A autora não deu a chance de conhecermos Lauren tão bem para termos a mesma opinião que Meghan. Na verdade, o que mais vemos de Lauren é seu comportamento ansioso diante de futuros relacionamentos. Não tivemos a chance de conhecer de fato a sua personalidade por completo e o que aconteceu com o passado dela de tão misterioso, o que faz o leitor se questionar sobre algumas atitudes que ela toma com seu próprio corpo para atrair um homem. 

Felizmente, contratempos acontecem e em um determinado ponto da história, quase nos 45 do segundo tempo, finalmente conseguimos enxergar o que Meghan diz sobre Lauren. Nossa personagem precisará enfrentar um de seus maiores pesadelos do passado e reunirá forças com o apoio de sua família, deixando de lado qualquer guia e experimento científico (pelo menos por um tempinho).

Amor ao pé da letra é um livro divertido e Melissa Pimentel acertou em cheio neste romance de estreia. Gostando de livros de autoajuda de relacionamentos ou não, as risadas continuam sendo garantidas e, como são inúmeras situações diferentes, a autora dá a oportunidade do leitor se identificar com pelo menos uma delas e refletir sobre. Como todo livro, tem sim seus pontos negativos, mas para um aproveitamento melhor eles não devem ser levados tão a sério. Até porque, que leitor não gosta de um final com respostas e envolvimento?

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por visitar e comentar no Literature-se.
Assim que puder, visitarei o seu blog. Caso não tenha um, deixe twitter, Facebook ou e-mail para que eu possa respondê-lo :)
Dicas, sugestões e críticas construtivas? Comentários abertos para isso e muito mais, só contando com aquela boa dose de bom-senso necessário, né? ;)

 
Literature-se © Todos os direitos reservados :: Ilustração por Prih Mizuh (@pri_mizuh) :: voltar para o topo