7.1.15

Projeto Lendo o mundo


Já comentei neste post sobre a minha decepção com metas literárias rígidas que definem x livros para ler num determinado período. Mas eu gosto de planejar, de estruturar um viés literário mais bacana e que sirva melhor à minha experiência como leitora. Não consigo fugir disso, é algo praticamente impossível na minha vida. Estou constantemente me programando.

No final de 2014 eu li esta matéria sobre a escritora Ann Morgan que, durante o seu ano de 2012, leu pelo menos um livro de cada país. Ela tanto leu 196 livros de 196 países diferentes, como está publicando um livro sobre essa viagem literária, que possui o nome de A year of reading the world. Eu achei isso fantástico, pois não é apenas um desafio dificílimo (afinal, há o obstáculo das línguas e dos conflitos político/religioso/étnico/cultural, para citar por cima); é uma forma de conhecer, de aprender e de sair da zona de conforto dos livros norte-americanos e ingleses. E, também, quem é que não sonha viajar o mundo? Como não tenho condições para viagens físicas, encontrei a solução mais próxima da minha realidade, mas ainda assim desafiadora.

O projeto de Morgan é ainda mais ousado por ter um prazo delimitado. Mas eu não pretendo seguir este aspecto, porque eu ainda sou uma jovem leitora, mal leio em inglês (o que constrói uma barreira e tanto nesta minha jornada) e mal entrei na faculdade. Portanto, é um projeto sem limite de tempo. Lerei conforme conseguir e desejar, sem pressões, pois caso contrário, voltaríamos para o início: um plano fracassado e deixado no passado. Quero que seja algo prazeroso, para degustar aos poucos mesmo, assim não me canso e posso cumprir outras metas. 

Na postagem já citada sobre o balanço de minhas leituras do ano passado, a Valéria Corley me indicou o link para o blog Viaggiando que, além de ter criado o A volta ao mundo em 198 livros (inspirado no "A year of reading the world"), ainda viaja por lugares muito bacanas. Fiquei encantada com o blog, e creio que o próprio projeto da Camila já está me ajudando: vou seguir o que ela determinou para si mesma, 193 países membros da ONU mais seus dois estados-observadores (Vaticano e Palestina) e Taiwan, Saara Ocidental e Kosovo que não são reconhecidos por ela. Agora, para começar, eu separei alguns países que estão mais próximos da minha realidade em termos de livros já comprados ou já definidos. Também contei dois livros que já li no ano passado: Dublinenses, do autor irlandês James Joyce, e Cem anos de solidão, do autor colombiano Gabriel Garcia Márquez. Já li outros livros que também se encaixariam no projeto, inclusive no ano passado, mas decide manter apenas estes dois por terem marcado melhor a minha memória e por querer ler outros livros dos países "já lidos" (inclusive de autores já lidos).

Afeganistão: Khaled Hosseini
Alemanha: Hermann Hesse (Sidarta) 
Angola: José Eduardo Agualusa / Pepetela 
Argentina: Jorges Luis Borges / Ricardo Piglia / Adolfo Bioy Casares / Julio Cortázar 
Austrália: Markus Zusak 
Áustria: Stefan Zweig 
Canadá: Alice Munro 
Chile:  Roberto Bolano / Alejandro Zambra (Bonsai) / Isabel Allende (A Casa dos espíritos) 
China: Sun Tzu (A arte da guerra) 
Colômbia: Gabriel García Márquez (Cem anos de solidão) 
Espanha: Carlos Ruiz Zafón (A sombra do vento)
Irlanda: James Joyce (Dublinenses) 
Itália: Primo Levi 
Japão: Haruki Murakami 
México: Juan Pablo Villalobos / Carlos Fuentes 
Moçambique: Mia Couto (A confissão da leoa) 
Nigéria: Chimamanda Ngozi Adichie (Sejamos todos feministas e Americanah)
Noruega: Jo Nesbo 
Peru: Mario Vargas Llosa (Tia Júlia e o escrevinhador) 
Portugal:  José Saramago (As intermitências da morte) 
República Tcheca: Franz Kafka (O processo) 
Rússia: Dostoiévski (Crime e castigo, Memórias do Subsolo, O duplo... A decidir) 
Serra Leoa: Ishmael Beah (Muito longe de casa) 
Legenda:
● Livro ainda não definido (se alguém puder me ajudar nessa escolha;)
● Livro já definido, porém ainda não adquirido 
✓ Livro já definido e adquirido
✓ Livro lido


As leituras serão feitas, inicialmente, de forma aleatória e à mercê da minha vontade. Mas com o tempo, e com o gradativo aumento da dificuldade em se achar um livro do país para ler, pretendo fazer sorteios igual ao que ocorre no Volta ao mundo em 198 livros. Como podem notar, estou tentando deixar o projeto mais flexível no seu início para que eu me adapte à ele e, assim, tudo transcorra de uma forma melhor e mais tranquila.

Por último, peço de todo o coração que me ajudem nesse desafio. Se você leu a minha lista dos países já selecionados e pensou num outro livro de outro país que acha bacana eu ler, por favor, comente e acrescente mais um país à minha lista que, neste momento, parece interminável rs 

E quem mais quiser topar o projeto, é só comentar me avisanto, e posso até disponibilizar para você o logo do começo do post que fiz especialmente para essa viagem literária :)

Veja aqui a lista atualizada dos países que li e como participar também!

15 comentários:

  1. Oi, Mell! Ano retrasado eu comecei a fazer uma volta ao mundo pela literatura também. É mais simples que a sua, porque a minha meta é ler só 80, e ainda estou no começo (por isso não tive problemas com o que ler). Acho ótimo fazer disso um projeto sem data marcada, sem pressão e tal, eu acabei lendo mesmo o que mais me interessa, sem me forçar a nada só pelo desafio. Minhas leituras estão aqui: http://plzsiriwantsomemore.blogspot.com.br/search/label/volta%20ao%20mundo%20em%2080%20livros
    Também acho muito legal ver as pessoas se animando a fazer projetos do tipo, porque é o tipo de coisa que precisa ser compartilhado, com dicas do que ler.
    Minhas sugestões de autores ou livros: África do Sul: Coetzee ou Nadine Gordimer



    Albânia: Ismail Kadaré (tem vários livros dele em português, o mais conhecido é Abril despedaçado)



    Nova Zelândia: Katherine Mansfield. Ou Os luminares, da Eleanor Catton, que foi muito elogiado (mas eu ainda não li...)



    Zimbábue: O garoto da casa ao lado (Irene Sabatini) (tem também um livro que lançou recentemente, Precisamos de novos nomes, da NoViolet Bulawayo, mas esse eu não li ainda)

    Hungria: Os meninos da rua Paulo, Ferenc Molnár

    Foram nesses que pensei por enquanto, quando você tiver ido mais a fundo no projeto eu vejo outras sugestões. Boa sorte :)

    ResponderExcluir
  2. Oi Mel,
    Nossa adorei a ideia.
    A Tati de "No pais das entrelinhas" esta com um projeto também inspirado nessa autora, mas por enquanto ela se limitou as Américas, mas adorei o jeito que você esta fazendo porque dá para encaixarmos livros que já temos em casa. Acho que vou entrar nessa com você, se você puder vou querer o Logo sim.
    Vou organizar os livros que tenho em casa para encaixar nessa lista.. aí tá dando até medo de quanto livro vai faltar...rsrs....
    Uma sugestão para

    ResponderExcluir
  3. João Vitor Oliveira7 de janeiro de 2015 17:57

    Mell, não sei se você tem interesse, mas uma trilogia que todo mundo comenta ser muito bem escrita é aquela Millennium, do sueco Stieg Larsson. Não sei se você está interessada na Suécia agora, mas é uma opção... Eu ainda não li, mas é uma das próximas leituras, peguei a dica, principalmente, pelo vídeo da Mariana Gastal, ela gostou muito, e geralmente as indicações dela são muito boas. Muito legal esse projeto, porque não conhecer o mundo através da literatura antes de viajar por ele né?

    ResponderExcluir
  4. Do Uruguai temos o excelente Mário Beneditti. ..

    ResponderExcluir
  5. Que delícia começar o ano assim, Mell! Eu digo isto para todo mundo que embarca nessa viagem literária, mas é a pura verdade: você não será a mesma ao fim desse projeto! Ou melhor, não será a mesma logo no começo! Cada livro no ensina tanta coisa! Comecei o #198livros há um ano e meio e tudo o que aprendi com os livros até agora é imensurável.

    O logo ficou lindo! Até eu tô querendo pegar emprestado. ;-)

    Beijos! E boas leituras!

    ResponderExcluir
  6. Mell, que projeto legal! Gostei bastante! Também gostaria de fazer. Você pode disponibilizar o logo? Please :) hahaha
    (fpachagas@gmail.com o e-mail)
    Também farei ele pra vida. Não dou muito certo com metas e projetos com um tempo determinado.
    Não sei se interessa a ideia, ou se você tem tempo, de fazer um video sobre o desafio, como você fez pro Rory Gilmore Book Challenge. Podia mostrar os livros que você já tem, explicar mais um pouco e etc.
    Abrçs!

    ResponderExcluir
  7. Claro que posso, e-mail enviado :)
    Determinar tempo para esse tipo de meta é limitar as leituras, ou a experiencia de leitura, penso rs
    E estou pensando em fazer um vídeo exatamente assim! hahaha
    Abs

    ResponderExcluir
  8. Eu penso nessa trilogia mesmo, João, obrigada por me lembrar dela! Posso não ler no momento, mas é uma boa opção mesmo :) Meu namorado leu o primeiro (e tem o livro, inclusive, o que facilita minha vida rs) e disse que gostou muito. Simm, eu amo as indicações da Mari rs Acho que já vi esse vídeo dela...

    ResponderExcluir
  9. Exatamente, quero é diversificar, sair do comodismo, Stelinha ;)
    Obrigada! rs Beijão

    ResponderExcluir
  10. É difícil, mas não impossível. Tenho que me empenhar. E como eu disse, não tem tempo para acabar, acho que a satisfação não vem do tempo que levo para realizar a meta, né? :) E eu quero ver se começo uma faculdade de literatura, então isso me ajudará... Acho rs Obrigada!

    ResponderExcluir
  11. Você é nova, ainda tem muito tempo para viajar pelo mundo! Eu só comecei a viajar depois de formada, aí nas primeiras férias já passei 30 dias viajando e não quis mais parar! rsrs Mas cuidado! Ler um livro de cada país do mundo é um negócio perigoso! A gente começa a conhecer diferentes culturas e fica doido para ver tudo de perto.

    Já que você ofereceu, eu aceito o logo! :-)

    ResponderExcluir
  12. e-mail enviado.. e lá vamos nós...

    ResponderExcluir
  13. Oi Mell!! Estou acompanhando seu blog não faz muito tempo e adorei esse projeto! ^^ O objetivo são autores de nacionalidades estrangeiras né? Minha amiga vive me indicando Haruki Murakami, diz que foi um dos autores que mais mudou a perspectiva dela sobre o mundo XD eu pretendo ler seus livros futuramente mas acho que é um bom autor representando o Japão :D Por acaso, lembrei de um livro que li no ensino fundamental, cuja autora não é japonesa mas a personagem e história em si é sobre japoneses. É um livro infanto-juvenil chamado "Não Se Esqueçam da Rosa". É bem curtinho, caso se interesse. Vou deixar a sinopse também: "Hanako tem apenas 13 anos e corre risco de vida. Ela sofre de osteopatia – degeneração progressiva dos ossos. Sua doença tem origem genética, pois as células reprodutoras de seu pai foram afetadas pela radioatividade a que estivera exposto durante a explosão da bomba atômica em Hiroshima.Sem saber ao certo quanto tempo lhe resta de vida, Hanako vai registrando em seu diário as reflexões que faz sobre as guerras e suas vítimas."



    Enfim, vai com tudo que você só tem a ganhar com esse projeto! :D
    ps.: não sabia da nacionalidade de vários autores da lista kkkkkk se eu for realmente fazer esse projeto, já tenho meio caminho andado xD
    ps.: Pode, por favor, me passar o logo também? Eu amei *--* (aline.lihh@gmail.com)

    ResponderExcluir
  14. Oi Mell, bom dia!Sigo seu canal e gosto demais!!Vi seu vídeo há alguns dias e gostei muito da ideia. Os livros que você listou parecem ser muito bons, alguns desejo ler há tempos, mas eu queria dar uma sugestão, nem sei se é viável para você.. de toda forma, minha sugestão é a seguinte, já que você leu um livro da Isabel Allende, gostou e tem interesse de incluir a autora no desafio, de repente vale a pena você ler um livro que ainda não leu da autora. Li recentemente o "A Ilha Sob o Mar" e fiquei encantada, uma história forte, escrita de forma fluida... muito bom acredito que você iria gostar, depois, se puder, dá uma olhada... de toda forma fica aqui meu desejo de sucesso nesse desafio tão instigante.. Abraço

    ResponderExcluir
  15. Olá Mell, muito prazer! Encontrei seu canal no youtube e vim aqui te parabenizar! Adorei vc, seu jeito de falar e seu gosto literário. AMEI esse desafio e estou pensando em aderir. Ainda não tenho blog, mas estou pensando em criar um para dividir minhas opiniões e trocar figurinhas...rsrs. Vou te seguir por aqui também. Parabéns!

    ResponderExcluir

Obrigado por visitar e comentar no Literature-se.
Assim que puder, visitarei o seu blog. Caso não tenha um, deixe twitter, Facebook ou e-mail para que eu possa respondê-lo :)
Dicas, sugestões e críticas construtivas? Comentários abertos para isso e muito mais, só contando com aquela boa dose de bom-senso necessário, né? ;)

 
Literature-se © Todos os direitos reservados :: Ilustração por Prih Mizuh (@pri_mizuh) :: voltar para o topo