20.1.15

O que ler na temporada de premiações?

Com a temporada de premiações e a vontade da indústria em adaptar livros famosos (e mais vendidos) para as telonas no seu auge, resolvi escrever o meu post de inauguração sobre as adaptações que estão na lista de indicados das principais premiações. A boa notícia é que elas acontecem grande parte no período de férias, ou seja, você já pode começar o ano bem informado assistindo bons filmes ou lendo bons livros. Confesso que alguns filmes da própria lista que montei eu não fazia ideia que eram baseados em livros e esse é uma das maiores vantagens da temporada de premiações. Apresentar e fazer o público descobrir grandes histórias! E o melhor? De vez em quando interpretado pelos nossos atores favoritos pra deixar tudo mais atrativo e interessante.

A Teoria de Tudo

O livro foi escrito por Jane Hawking, que foi a primeira esposa do Stephen Hawking. Esse livro não é apenas para os fãs de ficção científica, física ou ciências. O livro conta a história da vida de Stephen na época da faculdade, em como ele e Jane se apaixonaram, como a doença foi descoberta e o quanto isso não atrapalhou seus trabalhos e ideias, e é claro, a construção de uma família. Jane mostra que a capacidade de amar vai além de tudo.

[Crédito]
Eu, como fã do Stephen Hawking (se é que se posso dizer isso) fiquei interessadíssima em tudo relacionado ao livro e ao filme, quando fiquei sabendo que fariam uma adaptação contando a história da vida dele. Principalmente por ter dois dos meus atores favoritos no elenco: Eddie Redmayne como Stephen e Felicity Jones como Jane. Vale lembrar que Eddie ganhou o Globo de Ouro por sua interpretação como Stephen e o filme está concorrendo como Melhor Filme no Oscar.

Aliás, uma das minhas citações favoritas do mundo é do Stephen Hawking
Minha meta é simples. É um completo entendimento do universo, por que ele é como é e por que ele existe.

Livre

Livre é um livro autobiográfico. Cheryl Strayed conta para os leitores, sem vergonha nenhuma, todas as dificuldades, alegrias e tristezas que passou desde a morte da sua mãe. Cheryl resolveu caminhar 1.770 da PCT (Pacific Crest Trail), uma trilha que atravessa os Estados Unidos e embarca nessa aventura sozinha sem ter antes nenhuma experiência em caminhadas longas.

[Crédito]
Nessa jornada, Cheryl encontrou ursos, raposas, cobras, passou fome, frio e muito cansaço. Mas ao mesmo tempo é uma bela história de superação, redenção, transformação pessoal e sobrevivência. Apesar de ser o clichê da vida, tudo que for dificuldade pode te fortalecer, Cheryl conta de uma forma natural e sem pudor. E é isso que faz a história ser diferente. O filme foi filmado com a presença da Cheryl e a atriz escolhida para interpretá-la foi a Reese Witherspoon. A atriz que interpreta a mãe da Cheryl é a maravilhosa Laura Dern (sim, a mãe da Hazel Grace na adaptação de A Culpa é das Estrelas). Ambas foram indicadas ao Oscar. Vale dizer também que o roteiro foi escrito pelo autor Nick Hornby de "Alta Fidelidade" e de "Uma longa queda" (resenha aqui)? Recomendadíssimo!

Vício Inerente

O livro conta a história de um detetive particular viciado em drogas chamado Doc Sportello que é contratado por uma ex-namorada para investigar o sumiço de um poderoso barão do mercado imobiliário. E tudo isso é como se fosse uma conspiração que envolve traficantes, contrabandistas, policiais corruptos e uma entidade perigosa que se chama Presa Dourada. Thomas Pynchon, o autor do livro, tem a fama de misturar temas sérios com particularidades comuns além de mostrar situações comuns dentro de suas narrativas.

[Crédito]
 A respeito do filme, vocês lembram de Trapaça no ano passado? Este filme soou pra mim como uma produção semelhante. Um grande elenco e uma história envolvente. O elenco desse filme é enorme e conta com Joaquin Phoenix, Owen Wilson e Reese Witherspoon juntos novamente, Jena Malone (oi Johana Mason!), Sasha Pieterse, Benicio Del Toro, Josh Brolin e muito mais.

Para Sempre Alice


Um dos livros com a história mais interessante e instigante dentre todos os indicados, na minha opinião. Conta uma história dramática de uma forma linda. Aos 50 anos, Alice, uma professora de Harvard e com uma família feliz, se depara esquecendo de pequenas coisas até que um dia ela não consegue se lembrar do caminho de casa. Um diagnóstico inesperado chega à tona e, apesar de se esquecer de pequenas coisas, ela se aproxima de sua filha mais distante, Lydia.


[Crédito]
A atriz escolhida para interpretar Alice foi Julianne Moore e nem preciso dizer que ela é a grande favorita, não é? Ao lado dela, Kristen Stewart também se destaca interpretando Lydia e a química entre as duas só contribui pra deixar a história ainda mais encantadora e apaixonante.

Invencível


O livro conta a história de Louis Zamperini, um italiano que descobriu um talento para o atletismo e acabou indo para as Olimpíadas de Berlim. Porém, como nem tudo são flores, Louis foi obrigado a desistir do sonho de atleta. Por conta do início da Segunda Guerra Mundial, foi ser tenente e o avião em que estava caiu no meio do oceano Pacífico. É outra história de sobrevivência, força e coragem que vale a pena ser lida e vista.


[Crédito]
Esse é um dos livros e filmes que estou mais curiosa para saber mais. Primeiro, o filme é dirigido pela Angelina Jolie, que apesar de não receber boas críticas com os filmes que dirige, tem sido elogiada por este. Segundo, é uma história real. E terceiro, o filme é independente (amor eterno aos filmes independentes).

Garota Exemplar

O tema central do livro é o desaparecimento de Amy na manhã de seu aniversário de casamento com Nick. Para a polícia e pela opinião pública dos vizinhos do casal, aconteceu um assassinato e a desaparecida foi deixando pistas para o marido, do seu suposto paradeiro. O fato é que ninguém sabe se encontrarão Amy viva ou morta. A polícia começa a desconfiar de Nick e é aí que toda a narrativa começa a ficar tensa.

[Crédito]
Por ser um suspense meio policial, tem toda aquela coisa de descobrir o culpado. Ele é dividido em duas frentes. Um capítulo você lê e conhece a mente da Amy, a esposa, e outro capítulo você entra no universo do Nick, o marido. E isso simplesmente mexe com a sua cabeça e com seus sentimentos. E é instigante.

O filme já foi lançado no Brasil no segundo semestre de 2014 e conta com Rosamund Pike como Amy e Ben Affleck como Nick. Ah, e além deles temos Neil Patrick Harris arrasando na interpretação de um antigo ex-namorado de Amy. O filme foi muito fiel ao livro e bem produzido.

Alan Turing: O Enigma

Por fim escolhi outro filme que estou curiosa para assistir que conta com uma dupla ótima no elenco: Keira Knighley e Benedict Cumberbatch. A história gira em torno do Alan Turing, interpretado por Benedict, que é um matemático e descrito como o pai da computação moderna, pois foi o criador do primeiro computador do mundo. Ele ajuda a codificar o Grande Enigma durante a Segunda Guerra Mundial. Tudo é bem misterioso e ao mesmo tempo sistemático. Além de tudo, Alan terá que lidar com seus problemas que o atormentam desde criança. Gosto de tramas assim.

[Crédito]
Essas foram algumas das obras que inspiraram a adaptação dos filmes para o cinema e que estão na lista dos melhores e mais aclamados prêmios de 2015. São histórias diferentes e tenho certeza que pelo menos uma irá mexer com vocês de alguma forma. Também espero que tenha ajudado ou inspirado vocês a lerem, quem sabe, obras premiadas nesse ano? Quais vocês já assistiram ou leram?

7 comentários:

  1. Eu já li Livre e é excelente! Estou louca para ver o filme ;)

    Beijos
    Arrastando as Alpargatas

    ResponderExcluir
  2. Nossa, quantas indicações maravilhosas!

    Eu já sabia do filme "A teoria de tudo" daí agora descubro que tem um livro e estou louca pra ler. Além dele também fique super com vontade de assistir/ler Para Sempre Alice, achei super interessante.

    E por causa das atrizes que amo, Garota Exemplar e Alan Turning: O enigma também entraram na lista de futuros livros a ler e filmes a assistir!

    Amei, Isadora! E parabéns pela escolha da colunista, Mell.

    Beijão!

    A beleza da simplicidade

    ResponderExcluir
  3. Quero ler esses livros do Oscar, é sempre incrível ver tanta obra adaptada no cinema (e no entanto parece que nossos livros favoritos nunca viram filmes ahuehaee). Estou especialmente curiosa com (o filme de) Alan Turing e A Teoria de Tudo. :)


    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Turing e Hawking <3
    Eu PRECISO assistir ambos

    ResponderExcluir
  5. Turing é MUITO bom! Estou apaixonada pelo trabalho do Cumberbatch :) E preciso assistir A teoria de tudo tb hahaha

    ResponderExcluir
  6. Os favoritos nunca viram, ou quase nunca hahaha :(
    O do Turing é MUITO bom, Pipoca, já assisti. Quero agora assistir a A teoria de tudo também! rs
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Assisti a quase todos, só falta Livre. Bom o que eu mais quero ler é Still Alice, acho um filme tocante, o livro deve ser da mesma forma. Os demais são bons também, agora que Vício Inerente é uma loucura kkk ótimo post ;)

    ResponderExcluir

Obrigado por visitar e comentar no Literature-se.
Assim que puder, visitarei o seu blog. Caso não tenha um, deixe twitter, Facebook ou e-mail para que eu possa respondê-lo :)
Dicas, sugestões e críticas construtivas? Comentários abertos para isso e muito mais, só contando com aquela boa dose de bom-senso necessário, né? ;)

 
Literature-se © Todos os direitos reservados :: Ilustração por Prih Mizuh (@pri_mizuh) :: voltar para o topo