28.3.14

Resenha: Casa de Segredos

Casa de Segredos, escrito por Chris Columbus e Ned Vizzini

Editora: Galera Record
Páginas: 350
ISBN: 8501400033


Brendan, Eleanor e Cordelia Walker um dia tiveram tudo; uma bela casa em São Francisco, pais adoráveis e todo o tipo de bugiganga eletrônica que podiam desejar. Mas tudo mudou depois que seu pai perdeu o emprego num misterioso incidente. A família está em dificuldades e precisa se mudar. À primeira vista, a mansão Kristoff parece perfeita. Mas a casa que pertencia ao misterioso escritor Denver Kristoff é cheia de segredos, e os três irmãos vão parar em um lugar selvagem que parece se misturar ao terreno da casa. Guerreiros medievais patrulham as florestas, piratas fantasmagóricos rondam os mares e uma rainha sedenta por poder governa aquelas terras. À medida que desvendam o mistério, Bren, Délia e Eleanor vão descobrir o verdadeiro significado de 'lar' e perceber que não apenas sua família, mas toda a humanidade está correndo perigo.





Escrito por Chris Columbus (diretor dos dois primeiros Harry Potter e roteirista de Os Goonies e Os Gremlins) e Ned Vizzini (autor de It's Kind of a Funny Story, que faleceu em dezembro de 2013), Casa de Segredos nos traz a história dos irmãos Cordelia, Brendan e Eleanor Walker. Logo no início do livro, ficamos sabendo que os Walker eram ricos e costumavam levar uma vida abastada, porém, depois de um incidente que custou o emprego do Sr. Walker e muitos processos, a situação financeira da família mudou bastante. Já no primeiro capítulo, descobrimos que os Walker têm vivido em hotéis baratos e estão à procura de uma nova residência.

É nessas circunstâncias que eles chegam à Kristoff's House - a casa do título -, uma belíssima moradia em São Francisco construída durante o início do século XX por Dever Kristoff, um famoso escritor. Durante a visita, os três irmãos se assustam com um suposto vulto de algo ou alguém que resolveu se esconder atrás da casa, porém, ao tentarem descobrir o que havia acontecido, encontram apenas uma estátua meio deteriorada de um anjo. Cordelia parece indiferente; Eleanor afirma ter visto uma mulher careca se esconder atrás da casa; Brendan não sabe se acredita, mas morre de medo. Após uma conversa com a corretora imobiliária, os Walker descobrem que a casa foi recentemente restaurada e que está a venda por um preço bastante acessível, incluindo a mobília de época. Surpresos e muito contentes, o Sr. e a Sra. Walker decidem fechar o negócio. Brendan acha muito esquisito o fato de a casa não ter uma placa informando que está a venda e acha mais esquisito ainda o fato de a estátua de anjo ter simplesmente desaparecido.

Algumas coisas acontecem a partir daí e os irmãos Walker são transportados, junto com a casa e sem os pais, para o universo dos livros de Denver Kristoff, um lugar povoado por cavaleiros medievais sedentos de sangue, um piloto da Primeira Guerra Mundial, gigantes, piratas e uma rainha que se alimenta de dedos de criancinhas. Assustados e com medo do destino que seus pais tiveram, os Walker irão descobrir aos poucos o motivo que os colocou naquela situação, assim como segredos de sua família e do próprio Denver Kristoff. Só então poderão saber como voltar para casa.


De uma forma geral, gostei do ritmo de Casa de Segredos; a narrativa é contagiante e prende a atenção durante a maior parte do tempo. A única ressalva que faço nesse aspecto é que em determinado momento fiquei com a sensação de que os autores se perderam um pouco e enrolaram muito para solucionar um problema. Tirando essa parte, que fica mais ou menos na metade, o livro é um prato cheio para aqueles que, como eu, adoravam passar as tardes no sofá assistindo Os Goonies, Jumanji e A História Sem Fim

Os protagonistas também são um ponto bastante positivo. Além de serem divertidos e coerentes em suas personalidades, são de fácil identificação. Cada um tem uma característica mais forte: Cordelia, com 15 anos, adora ler e sente que nunca lerá tudo que há para ser lido; Brendan, com 12 anos, é o oposto da irmã, pois detesta a companhia dos livros, preferindo filmes no estilo Jurassic Park e videogames; Eleanor é a mais nova e, no auge de seus 8 anos, acaba por ser a mais madura dos três irmãos e a voz da razão quando Cordelia e Brendan começam a discutir. Ela é disléxica e é bem interessante vê-la lutando contra isso e contando com o apoio da irmã. De certa forma, os Walker me lembraram um pouco os irmãos Baudelaire de Desventuras em Série, só que em um mundo onde magia é real. E a relação entre Cordelia e Brendan segue a linha da relação entre Carter e Sadie, de As Crônicas dos Kane. 

O livro é um lançamento de março da editora Galera Record e, ao que tudo indica, contará com uma sequência. Finalizo o post dizendo que recomento muito a leitura de Casa de Segredos para todos aqueles que adoram histórias que envolvem magia, aventura e crianças espertas.



4 comentários:

  1. Adorei a resenha. Comprei o meu no submarino quarta feira, e espero que chegue logo!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi, Michas!


    A Jéssica (lá do blog) está lendo (ou já leu rs) esse livro. Confesso que não sabia muito sobre ele até ler o seu post aqui. Eu, honestamente, não sei se leria esse livro. A princípio ele não chamou a minha atenção não. :{ Que bom que você curtiu a leitura, mas eu não me senti atraída pela história.

    Beijos! Boas leituras. :)
    Amanda,
    Lendo & Comentando

    ResponderExcluir
  3. Oi, Amanda


    Demorei milênios para responder o comentário e já vi até a resenha da Jéssica lá no Lendo e Comentando, hehe. Desculpe...


    Então, é um livro bem legal e divertido. Confesso que, atualmente, não faz muito o meu tipo de leitura. Gosto, mas não é a primeira opção, sabe? Ainda assim, recomendo muito para quem tem entre 10 e 15 a nos :)


    Beijos e boas leituras!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Thiago


    Me desculpe pela demora em responder. Fico feliz que tenha gostado da resenha. O que achou do livro?


    Beijos

    ResponderExcluir

Obrigado por visitar e comentar no Literature-se.
Assim que puder, visitarei o seu blog. Caso não tenha um, deixe twitter, Facebook ou e-mail para que eu possa respondê-lo :)
Dicas, sugestões e críticas construtivas? Comentários abertos para isso e muito mais, só contando com aquela boa dose de bom-senso necessário, né? ;)

 
Literature-se © Todos os direitos reservados :: Ilustração por Prih Mizuh (@pri_mizuh) :: voltar para o topo