19.1.14

Quote da semana #10 - Todo Dia

(Imagem: Aqui
É somente nos pontos mais delicados que fica complicado e controverso a incapacidade de percebe que, não importa qual seja nossa religião, sexo, raça ou localização geográfica, todos nós temos cerca de 98 por centro em comum com todos os outros. Sim, as diferenças entre homens e mulheres são biológicas, mas se você observa a biologia como uma mera questão de porcentagem, não há muita coisa diferente. A raça é diferente apenas como uma construção social, e não como uma diferença inerente. E quanto à religião, quer você acredite em Deus, Javé, Alá ou qualquer outra coisa, é provável que, em seu coração, vocês queiram a mesma coisa. Por uma razão qualquer, nós nos concentramos mais nos dois por cento da diferença, e a maior parte dos conflitos que acontece no mundo é consequência disso. p.70

Este foi o segundo livro da Maratona Literária e digo que, apesar de suas falhas, ele possui uma proposta muito interessante (e a cumpre muito bem, aliás): fazer você refletir sobre questões polêmicas e, também, valorizar mais a sua vida e o seu corpo.

Digo que esta passagem é a melhor do livro, simplesmente sensacional! Ela realmente esclarece qual é a prioridade do homem e o quanto isso o torna injusto e incongruente em suas atitudes. Além disso, faz um breve comentário sobre religião que, para mim, faz todo o sentido. Sempre me questionei o porquê de terem tantas divergências entre religiosos, e até mesmo o porquê de existirem tantas religiões assim, se todos acreditam num Ser supremo. Para mim, é simples: basta a minha fé Nele, quem quer que seja. E isso já deveria bastar para que o respeito reinasse entre as variadas histórias criadas em torno Dele. Também trata sobre a questão da igualdade entre a espécie. Por mais que sejamos extremamente parecidos, nada importa, apenas o que é diferente... Ou o que, antes, costumava-se chamar de bárbaro (já pararam para pensar nisso, no quão ridículo é o que antes se tratava de exceção hoje ter uma conotação negativa?)

O vídeo-resenha desse livro está gravado já, mas queria antecipar esta quote para vocês. Fica aí um indício da reflexão que o livro nos leva a realizar. 

10 comentários:

  1. Gostei muito da quote. Não sei se leria o livro, pois não faz o meu estilo, mas a reflexão dele é o tipo de coisa que quase sempre passa pela minha cabeça. Pode ser que eu der uma olhada depois.

    http://refugiorustico.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Esse livro é muito bom. O final que deixa muitas perguntas sem respostas, mas acho que isso dá o toque a mais nessa obra. Apaixonada pelo David desde Nick&Norah (L)

    ResponderExcluir
  3. Ansiosa para saber sua opinião sobre o livro na vídeo resenha, escolheu um ótimo quote do livro, suas considerações mesmo que parciais, são muito boas.

    Mal posso esperar.

    beijos,

    Boa semana!

    Amy - Macchiato

    ResponderExcluir
  4. Bom, realmente a proposta é muito interessante, mas falar de religião pra mim é complicado! Kkkk! Acho q pq as religiões impõem dogmas demais, sendo que o objetivo é só perceber q é Jesus o q importa.

    ResponderExcluir
  5. Todo mundo falando maravilhas desse livro e eu estou louca para ler. Ja comprei e irei lê-lo este ano. O quote escolhido é muito interessante. Aguardo a resenha.

    Beijos

    http://livrosecafelatte.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Adorei esse quote! Esse do livro ainda não conhecia, confesso que esse livro me conquistou primeiro pelos quotes e agora estou super curiosa para lê-lo.
    Beijos,K.
    Girl Spoiled
    http://girlspoiled.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Ótimo post, Mell. Quero muito ler esse livro, e agora fiquei com ainda mais vontade. Falam muito bem dele.
    Beijo!
    Ayanna
    www.leitorespossessivos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Adorei esse livro, realmente muito bom!
    Beijos

    http://aboutbullshit.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Ohhh, um amigo meu falou sobre o livro e ele parece realmente tudo de bom. Depois de ver essa frase, gostei mais ainda. Também penso que há tantas coisas desnecessárias, tantos conflitos que poderiam ser poupados com simples palavras e até mesmo atitudes. De qualquer forma, essa diferenciação toda, é algo que surgiu desde tempos atrás e colocar ideias, ainda que simples, é muito difícil. Espero que um dia possamos mudar tal situação. Ainda que seja difícil mudá-la por completo, quase impossível.

    Beijos, Mayara
    Recordando Palavras
    http://recordandopalavras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Quero muito ler esse livro assim que for possível. Tem muitos pontos legais para discussão. Essa história toda de separar joio do trigo é um tema muito atual.

    Bjs

    ResponderExcluir

Obrigado por visitar e comentar no Literature-se.
Assim que puder, visitarei o seu blog. Caso não tenha um, deixe twitter, Facebook ou e-mail para que eu possa respondê-lo :)
Dicas, sugestões e críticas construtivas? Comentários abertos para isso e muito mais, só contando com aquela boa dose de bom-senso necessário, né? ;)

 
Literature-se © Todos os direitos reservados :: Ilustração por Prih Mizuh (@pri_mizuh) :: voltar para o topo