13.10.13

Resenha: [manual prático de bons modos em livrarias]


[manual prático de bons modos em livrarias], de hillé puonto Lilian Dorea.

Editora: Seoman
Páginas: 229
ISBN: 9788598903712
Em 2011 a livreira Lilian Dorea criou o blog [manual prático de bons modos em livrarias], para revelar histórias saborosas e hilárias de seus atendimentos em livrarias. O sucesso foi imediato e ela passou a receber relatos de outros livreiros. Agora, transformado em livro, ela reúne os melhores “causos” do blog, histórias inéditas, curiosidades, dicas de livros, blogs, sites e, claro, livrarias e sebos. Se você quiser evitar ser o novo protagonista de um post do [manual prático de bons modos em livrarias] é melhor ler este livro com toda atenção e aprender a “etiqueta” das livrarias.

Provavelmente eu nunca indiquei blogs por aqui. Quanta vergonha na cara em dizer isso, pois fico muito chateada em confirmar: eu nunca indiquei o blog [manual prático de bons modos em livrarias] para vocês. Por essa e outras, estou em falta com vocês... Porque o blog da hillé puonto é simplesmente sensacional (vejam abaixo o quão sensacional eu acho, já que repito essa característica milhares de vezes no vídeo - sim, eu considero esse livro incrível, muito bom, fenomenal, etc etc também rs)

 Calma lá, eu explico melhor. Lilian Dorea, uma paulistana que mora no Rio de Janeiro trabalha numa livraria e decidiu criar um blog para contar os causos que ocorrem em sua vida. Causos = delírios dos fregueses. Confusão de nome de autor, de título, de editora, de conceitos (oi, e-books não possuem uma prateleira só para eles em livrarias - ou eu deveria dizer confusão de existência?), de produtos vendidos em livrarias... São tantas alucinações que não tem como não amar cada freguês e o amor que cada um tem para dar (como a singela conduta de se iniciar uma conversa com educação - um bom dia/boa tarde/boa noite/obrigada faz o dia de qualquer pessoa.) Como expliquei no vídeo-resenha, quem ama literatura irá amar este livro, pois o leitor se apega às situações que citam aquilo que gosta: sejam obras ou autores.

Freguês: Olá, eu queria um livro só que eu não sei o título.
Livreira: Você sabe alguma informação sobre ele?
Freguês: Então, ele tem várias páginas.

Ótimo para quem precisa de uma diversão, o livro promete muitas gargalhadas de incredulidade (depois de tanta asneira, começamos a entender que o trabalho de livreiro é pra lá de perfeito). Eu o li durante viagens de ônibus, entre aulas e em casa, mas nada se comparou ao meu momento chorando-litros-de-tanto-rir depois de uma aula (ok, eu gargalhando dentro do ônibus também deixou os passageiros me olhando torto rs.) Creio que foi um ótimo meio de divulgar o livro, pois todos queriam saber do que eu estava rindo e ficaram curiosos quanto ao blog e ao seu tema. E acredite, ele é um ótimo amigo (blog e livro)... Depois da leitura você percebe que aquela sua gafe na livraria de um tempo atrás é normal - e, talvez, muito normal mesmo, se comparando com as situações alarmantes. É até contagiante, pois vários leitores resolvem contar seus causos pessoais (encontrei até um blog de uma livreira que resenhou o livro e contou algumas situações hilárias pelas quais passou... Dê uma olhadinha no blog Eu li, e agora?)

Freguesa: Boa tarde, você tem aí o livro daquela menina famosa?
Livreira: Mas qual menina?
Freguesa: Aquela lá, o Anne Frank, Drogada e Prostituída.
Livreira: Não seria O diário de Anne Frank?
Freguesa: Acho que sim, mas ela também não foi drogada e prostituída?
(O que Christiane F, Anne Frank e Bruna Surfistinha tinham em comum? As três eram blogueiras!)

A fofíssima e a mais querida livreira :)
 Lilian Dorea nos proporciona momentos de diversão e um humor inteligente. Você gosta de Capitães da areia? de Moby Dick? Crime e castigo? Água para elefantes? Admirável mundo novo? Irá adorar a inserção de seus queridinhos em conversas surreais e um tanto quanto desconfiáveis (posso lhe garantir que todo livreiro garante a veracidade dos fatos!) Indico para TODO MUNDO que gosta de ler. Você PRECISA ler! Agora mesmo!

O livro é dividido em Parte I - Manual super prático de bons modos em livrarias (o que se deve evitar fazer/perguntar em livrarias e o que se deve saber ao entrar em uma), Parte II - Causos e delírios livrescos (os diálogos mais divertidos que há), Parte III - Freguesia (porque existem tipos e tipos de fregueses e porque eles também presenciam delírios por parte dos livreiros -adik), Parte IV - Curiosidades livrescas (algumas perguntas frequentes e suas devidas respostas) e Parte V - Serviço (indicações de sebos, livrarias e blogs/sites sobre livros.)

Quero agradecer à editora Seoman por, mesmo depois de nossa parceria ter sido encerrada, topar me enviar um exemplar para leitura e resenha. Foi uma surpresa amável recebê-lo em casa! E os cuidados que tiveram quanto à diagramação, à revisão (aliás, perfeita) e às ilustrações é simplesmente incríveis.

Abaixo, meu vídeo-resenha lá no canal do blog no Youtube.


9 comentários:

  1. Ai eu gostei do livro, teria para poder dar boas risadas rs
    vestindo-ideias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma ótima fonte para este fim, Carla, indico muito!

      Excluir
  2. Eu já tinha escutado falar sobre o blog, mas nunca tinha o acessado. :x
    Enfim, se o livro fosse um terço do que o blog é, já valeria a pena ser lido... Mas pela sua resenha eu tenho certeza que ele é muito mais e que vale supeeeeer apena. Fiquei com vontade *--*
    Beijos,K.
    Girl Spoiled

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acesse e leia, é muito bom, você vai gostar :) Vale, sim, a pena :)
      Beijão!

      Excluir
  3. FUNNY FACT: prateleira de ebooks não existe mesmo, mas por um tempo (não reparei se tem ainda) a Cultura colocou uma espécie de acrílico entre as prateleiras e deixava exposto alguns "cards" de livros com informações básicas e capa e código de barras - SIM. O EBOOK. O Cliente escolhia o "card", passava no caixa e depois de pagar, recebia o código com o link e a senha pra baixar em casa. O número de clientes que achava que aquilo era marcador de páginas ou só propaganda era too damn high.

    ResponderExcluir
  4. Olá! Seria lindo se você retribuisse a gentileza da editora passando o livro adiante, né não?
    Sua cidade não tem um ponto de www.bookcrossing.com ?
    Ou quem sabe outras bibliotecas livres?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por sua opinião sobre meu texto :)
      E como sabe se já não faço isso?
      Independente de qualquer coisa, adorei a ideia. Colocarei em prática, pois frequento muitos sebos daqui da minha cidade.

      Excluir
  5. Ai, Mell, fui obrigada a linkar sua resenha na minha hoje, ahuehaeu. EU TBM DEI MUITA GARGALHADA nesse livro. To aqui vendo seu vídeo e concordo: se a gente conhece o momento, a gente RI junto, mas quando não conhece fica meio boiando, mas é normaaal. Ai gente <3 Que amor de livro, aehueaheua.

    Bjs ♥

    ResponderExcluir

Obrigado por visitar e comentar no Literature-se.
Assim que puder, visitarei o seu blog. Caso não tenha um, deixe twitter, Facebook ou e-mail para que eu possa respondê-lo :)
Dicas, sugestões e críticas construtivas? Comentários abertos para isso e muito mais, só contando com aquela boa dose de bom-senso necessário, né? ;)

 
Literature-se © Todos os direitos reservados :: Ilustração por Prih Mizuh (@pri_mizuh) :: voltar para o topo