28.7.13

Resenha: Simplesmente Ana

Simplesmente Ana, de Marina Carvalho.
Editora: Novo Conceito.
ISBN: 9788581631554
Páginas: 304

Imagine que você descobre que seu pai é um rei. Isso mesmo, um rei de verdade em um país no sudeste da Europa. E o rei quer levá-la com ele para assumir seu verdadeiro lugar de herdeira e futura rainha… Foi o que aconteceu com Ana. Pega de surpresa pela informação de sua origem real, Ana agora vai ter que decidir entre ficar no Brasil ou mudar-se para Krósvia e viver em um país distante tendo como companhia somente o pai, os criados e o insuportável Alex. Mudar-se para Krósvia pode ser tentador — deve ser ótimo viver em um lugar como aquele e, quem sabe, vir a tornar-se rainha —, mas ela sabe que não pode contar com o pai o tempo todo, afinal ele é um rei bastante ocupado. E sabe também que Alex, o rapaz que é praticamente seu tutor em Krósvia, não fará nenhuma gentileza para que ela se sinta melhor naquele país estrangeiro. A não ser… A não ser que Alex não seja esta pessoa tão irascível e que príncipes encantados existam. Simplesmente Ana é assim: um livro divertido, capaz de nos fazer sonhar, mas que — ao mesmo tempo — nos lembra das provas que temos que passar para chegar à vida adulta.

De repente ela não é mais apenas uma mineira estudante de Direito. Ela é uma princesa. Herdeira do trono da Krósvia, um pequeno país da Europa.
De repente ela descobre quem é o pai dela e o que essa descoberta representa para ela...

Andrej Markov aparece na vida de Ana de uma forma inesperada. Ele revela ser o seu pai e, diante de tanta confusão, diz que viu uma entrevista da mãe dela na televisão dizendo que tem uma filha e, após "ligar os pontos", percebeu que poderia ter uma filha sem nunca ter sequer imaginado isso. E aí foi atrás de descobrir toda a verdade.

A verdade é que Ana é, sim, filha de Andrej, e agora ele quer que ela conheça o seu outro país e, claro, ele próprio. Tudo o que ele mais quer é conhecer a filha que cresceu sem ele poder ter acompanhado os primeiros passos.

Mas ela possui uma vida muito estável aqui: está no meio da faculdade, possui uma família amável, uma melhor amiga auto-astral, um protótipo de namorado... Tudo o que ela menos quer é ter que abandonar tudo isso... Mesmo que por um tempo e para conhecer o seu país - o seu outro país.

Mas ela acaba decidindo ir... Não poderia negar isso ao seu próprio pai. Afinal, ele não teve culpa de nada (sua mãe é que havia mentido o tempo todo) e ele realmente estava fazendo de tudo para se aproximar dela. Ela tinha que fazer isso por ele e para conhecer essa parte de sua vida.

Só que Ana mal sabe que há um afilhado desconfiado (e ciumento) e que conquistar todo um país não é fácil. Na Krósvia ela aprende muito sobre família, união, confiança e bondade. Sem contar sobre o significado de um amor sincero.


Em meio aos compromissos da agenda real, da expectativa e dos preparativos para a sua divulgação (o pai estava aguardando o melhor momento para anunciar a filha - uma notícia bombástica), aos jantares/churrasco com a sua nova família e aos dias de leitura com meninas de um orfanato, Ana se apaixona pelo afilhado do seu pai, mesmo ele tendo uma namorada pesarosa e arrogante e, claro, dele ser seu quase-irmão.


Eu diria que Simplesmente Ana é o nosso Diário da princesa nacional. Só que tem mais: Ana é simplesmente uma personagem adorável! É madura (e cresce bastante durante o livro), nada irritante e de valores únicos. Não dá para não gostar da sua narrativa (e, lógico, da narrativa e escrita da autora!) [Não que a Mia não seja, só quis dizer que Ana tem uma personalidade muito diferente e que é mais velha e, portanto, mais madura.]


As personagens coadjuvantes são apaixonantes tanto quanto: a melhor amiga, Estela, animada e companheira. A chef do castelo, Karenina, que além do nome lindo é uma fofa. A assessora Irina, muito prestativa e atenciosa. Alexander, o afilhado misterioso e, óbvio, o amor de Ana...


A leitura é fluída e amável - um entretenimento de primeira! Mal vejo a hora de poder ler algo mais da Marina Carvalho.

Abaixo, vídeo-resenha que publiquei lá no canal do blog (não se inscreveu por lá ainda? se inscreva para receber as news do canal! :D) 

6 comentários:

  1. Eu adorei esse livro. Leitura deliciosa. Também estou doida para ler mais da Marina, ela está de parabéns.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deliciosa, mesmo! Baixei um outro que a editora publicou em e-book, vamos ver se gosto :)

      Excluir
  2. Depois de ler sua resenha, só fiquei com mais vontade de ler o livro. Parece ser uma leitura leve e envolvente.
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super leve e suuuper envolvente, leia sim :D

      Excluir
  3. Livro realmente delicioso de ser ler, daqueles de vc não conseguir largar enquanto não termina. E essa tal de Krósvia, hein? Que vontade de ir lá e assistir o show do Bon Jovi junto com a Ana. Romance leve, gostoso, que dá vontade de estar no lugar da protagonista.

    Parabéns pela resenha e pelo blog!

    adriana medeiros

    minhavelhaestante1.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem me fale! Na verdade deu vontade é de viver tudo o que ela viveu rs
      Obrigada pelo carinho!
      Beijão :)

      Excluir

Obrigado por visitar e comentar no Literature-se.
Assim que puder, visitarei o seu blog. Caso não tenha um, deixe twitter, Facebook ou e-mail para que eu possa respondê-lo :)
Dicas, sugestões e críticas construtivas? Comentários abertos para isso e muito mais, só contando com aquela boa dose de bom-senso necessário, né? ;)

 
Literature-se © Todos os direitos reservados :: Ilustração por Prih Mizuh (@pri_mizuh) :: voltar para o topo