20.3.13

Circuito Novo Conceito #3 - Violetas de março


O amor surge quando você menos espera!


Quantas e quantas vezes você procurou um amor? Viver um grande romance é o seu sonho? E você já percebeu que quanto mais você procura, menos acha uma pessoa bacana?!


Pois é, você pode se surpreender, pois o amor surge de onde você menos espera. Mas a grande questão é: Você diz que o ama logo de cara?

A mulher tem a reputação de dizer "eu te amo" logo no início de um relacionamento, mas na verdade são eles que dizem antes. Aliás, eles admitem pensar sobre confessar o amor em média seis semanas antes que suas parceiras, segundo um artigo publicado no periódico norte-americano Journal of Personality and Social Psychology.

Por mais estranho que pareça, a resposta para essa atitude dos homens faz todo sentido à luz da psicologia evolucionista. Os homens podem ser mais impulsivos na maneira de expressar o amor, mas para eles este tem significado muito diferente do que para as mulheres.

Veja só, os pesquisadores descobriram que uma confissão de amor por parte dos homens pode resultar em sexo o mais rápido possível, que é o objetivo evolutivo final do gênero, e por isso dizem "eu te amo" o mais rapidamente possível. E, ao contrário, as mulheres só dizem "eu te amo" depois do sexo, porque elas têm mais a perder com a gravidez. A confissão para elas é um sinal do compromisso de longo prazo, bem diferente dos homens, que não querem compromisso. No jargão, eles querem "comprar na baixa" e elas, "vender na alta".

Na pesquisa feita no MIT, os homens mais felizes em obter a confissão de amor da mulher eram aqueles interessados em aventuras de curta duração, e mulheres que procuram relacionamento de longo prazo eram mais felizes em ouvir o "eu te amo" depois do ato consumado.

Pois é, padrões primitivos persistem no comportamento humano. São as bases biológicas que podem nos ajudar a entender as motivações ocultas das pessoas. Isso inclui também o comportamento de consumo, pois o homem dará muitos presentes antes de ter a mulher, e ela vai esperar uma ocasião mais tardia, que demonstre compromisso de longo prazo.

Violetas de março conta a história de um escritora que volta para sua cidade natal quando se divorcia. Lá ela busca esquecer seu ex-marido ao mesmo tempo que escreve um novo livro e - reencontra alguém (um alguém de seu passado, que já fizera parte de sua adolescência). Mas além disso, encontra um diário misterioso e velho (do ano de 1940) que lhe mostrará os rumos improváveis aos quais a vida está sujeita.

Leia o primeiro capítulo do livro antes mesmo de ser lançado! (Lançamento: 28/03)

1 comentários:

  1. Oi Mellory! Adorei o seu blog. Tenho visto muitas pessoas falando sobre esse livro. Parece ser bem interessante.Pelo resuminho que vc colocou aqui, acho que ele faz o meu estilo! huahuahua

    beijos
    Kel

    http://www.porumaboaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigado por visitar e comentar no Literature-se.
Assim que puder, visitarei o seu blog. Caso não tenha um, deixe twitter, Facebook ou e-mail para que eu possa respondê-lo :)
Dicas, sugestões e críticas construtivas? Comentários abertos para isso e muito mais, só contando com aquela boa dose de bom-senso necessário, né? ;)

 
Literature-se © Todos os direitos reservados :: Ilustração por Prih Mizuh (@pri_mizuh) :: voltar para o topo