22.12.12

Resenha: Ladrões de elite

Ladrões de elite, escrito por Ally Carter.
Editora: Arqueiro
Páginas: 231
ISBN: 9788580410068
Quando tinha 5 anos, Katarina Bishop distraiu os guardas da Torre de Londres para que o pai pudesse roubá-la. Aos 7, ela ouviu o tio Eddie planejar a interceptação de 80% do caviar do planeta. Quando fez 15 anos, Katarina armou um golpe por conta própria - um esquema para entrar no melhor colégio interno dos Estados Unidos e deixar para trás os negócios da família. Só que trocar de ramo e ter uma vida normal acabou sendo mais difícil do que Kat esperava. Hale, seu amigo charmoso, bilionário e antigo comparsa, logo aparece para levá-la de volta à realidade da qual ela havia se esforçado tanto para fugir. Mas é por um bom motivo: uma inestimável coleção de arte de um temido mafioso foi roubada e ele quer recuperá-la, custe o que custar. Somente um mestre do crime poderia ter realizado essa proeza e o pai de Kat é o único suspeito, embora insista em negar qualquer envolvimento. Encurralado entre a Interpol e um inimigo assustador, ele precisa da ajuda da filha. Para Kat, só existe uma saída: encontrar os quadros e roubá-los de volta. Não importa se parece impossível, se ela não tem pistas do ladrão e se o prazo é de apenas duas semanas. Com uma equipe de adolescentes talentosos e uma mãozinha da sorte, Kat está determinada a realizar o maior golpe da história da família e provar que jamais a abandonou.

Katarina Bishop tem 15 anos mas tudo para não ser classificada como uma típica adolescente: ela vem de uma família de ladrões. Mas não qualquer tipo de ladrão. Eles são especialistas nos maiores roubos e são considerados de elite: são responsáveis por vários roubos históricos e de graus de dificuldade extraordinários, sendo bons no que fazem.

Porém Kat só quer ter a normalidade de frequentar um colégio sem ter que se preocupar em viver num mundo totalmente diferente: o mundo dos ladrões. E ela realmente tenta. Mas em vão.

Quando parece que irá conseguir se afastar dos negócios de sua família, ela descobre que seu pai está em perigo e que apenas ela poderá encabeçar a busca pelo seu salvamento (já que ninguém mais se predispõe a isso). Então a ela se juntam mais alguns ladrões de diferentes qualidades: Hale, o melhor amigo charmoso e rico, além de um bom ator, os irmãos Bagshaw, espirituosos e os que "roubam" até as cenas hilárias, Gabrielle, a prima linda que possui as pernas mais estraordinárias que Kat já vira, o garoto nerd em informática Simon e... Nick, um batedor de carteiras misterioso que Kat conhecera pegando-o em flagrante (onde já se viu tentar roubá-la? Roubar uma ladra de elite?!)

Mas eles estão atrás da única coisa que poderá livrar Bob Bishop, pai de Kat, de um fim: cinco quadros famosos e históricos que foram roubados de Arturo Taccone, um mafioso temido e irredutível. O vilão acusa Bob de ter surrupiado seus preciosos (Hey, Gollum feelings HAHA) e não quer saber se Kat jura de pés juntos que ele está errado (que seu pai está mais preocupado em não ser pego pela Interpol do que roubar O filósofo, de Vermeer, Menina rezando para São Nicolau, de Monet, Dançarinas aguardando na Coxia, de Degas, Dois meninos correndo em meio a montes de feno, de Renoir, e uma pintura sobre o filho pródigo, de Rafael): Arturo dá um prazo de duas semanas para que Katarina lhe devolva todos.

E é a procura de todas as telas que a equipe de Kat viaja por vários países (EUA, Itália, Áustria, Pôlonia, Inglaterra, França). Além de não saber quem é o ladrão e onde estão as peças, eles terão que se deparar com um misterioso que parece ser o maior de todos os ladrões de
elite do mundo, que insiste em atravessar o caminho de Kat sem dar pistas sobre quem é, e, no fim, arquitetar um roubo ao museu mais protegido que existe! Tudo isso dentro de duas semanas...

A escrita de Ally Carter é muito fluída e envolvente. Ela consegue narrar aventuras num pedestal, nunca se esquecendo da classe a que nossos ladrões pertencem: eles são de elite, são ricos e, portanto, se comportam como tal. E é um dos pontos que mais gostei no livro: as personagens são muito carismáticas, da protagonista ao vilão (não tem como não gostar de Arturo!). Apesar de me encantar com Hale, querer esganar a beleza de Gabrielle e rir junto dos irmãos Bagshaw, ainda assim senti falta de um detalhamento sobre eles, algo que me fisgasse por completo. Por ser um livro curto e se tratar de uma história sob um prazo "de validade", não há um aprofundamento das personagens e suas personalidades.

Porém a história instiga de tal maneira que a curiosidade supera o detalhe. A escritora sabe como escrever histórias com a temática (ela escreveu Escola de espiãs, também) e como prender o leitor. É um bom livro para quem quer ler e não desgrudar do livro!
Tempo, o maior ladrão de todos. pág.203

8 comentários:

  1. Tem muito tempo que quero ler esse livro, Mell. E adorei os elementos que você mostrou na resenha. Algumas pessoas tinham me desanimado, mas saber que é um bom livro pra ler sem desgrudar, me anima bem mais - que bom, né?
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Eu ainda quero muito ler esse livro. E o bom é que pode ter esse aprofundamento dos personagens que você quer, afinal o livro tem continuação (eu acho, kkk'). Mesmo assim quero ler por já ter lido "Escola de Espiãs" e ter gostado bastante!
    Beijos e Feliz Natal :D
    Girl Spoiled

    ResponderExcluir
  3. Olá Mellory,

    Estou com esse título desde o ano passado se não me engano, mas ainda não tive a oportunidade de ler, a lista está imensa! Enfim, parece mesmo uma leitura promissora já que classificou bem essa resenha!

    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Eu achei incrivel o livro. A autora é muito boa com a narrativa e os personagens são bem reais. Simplesmente adorei. Louca pela continuação.

    Beijocas,
    Thais Priscilla
    http://thaypriscilla.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Eu adorei esse livro. Não acredito que a editora está demorando tanto para lançar a continuação. Preciso dela.

    Beijos,
    Mandi - Book and Cupcake.

    ResponderExcluir
  6. Mel, tem uma data que eu to querendo ler esse livro!!!
    Ele tá na minha estante a tempos e até hoje nada de ter tempo de ler... (tempo nao, mas tem sempre outro que eu tava com mais vontade de ler, e acabo passando-os na frente... kkkkkkk)

    Mas enfim, adorei sua resenha e acho que depois dela vou coloca-lo mais na frente na lista...
    hehe

    Bjus!!!
    Abstraia-se.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Eu li esse livro e adorei :)

    Beijos ♥

    ResponderExcluir

Obrigado por visitar e comentar no Literature-se.
Assim que puder, visitarei o seu blog. Caso não tenha um, deixe twitter, Facebook ou e-mail para que eu possa respondê-lo :)
Dicas, sugestões e críticas construtivas? Comentários abertos para isso e muito mais, só contando com aquela boa dose de bom-senso necessário, né? ;)

 
Literature-se © Todos os direitos reservados :: Ilustração por Prih Mizuh (@pri_mizuh) :: voltar para o topo