20.5.12

Resenha: Outono de Sonhos e Entrevistando Um Autor!

Outono de Sonhos, #Foi Assim Que Te Amei - Adriana Brazil
Editora: Novos Talentos da Literatura Brasileira
Páginas: 355
ISBN: 9788576795315




Outono de Sonhos é o primeiro volume da Série Foi Assim que te Amei. Nesse romance Helen é uma jovem cheia de sonhos e objetivos a conquistar, filha única de uma família estruturada e feliz. No início da trama ela se vê envolta à expectativa do primeiro dia de aula na faculdade de Letras da UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina. O talento para escrever rende a Helen o convite para dar continuidade a um projeto parado na faculdade, terminar um conto de amor entre um príncipe e uma plebeia, iniciado pelo escritor e estudante de teatro, Andrew Gamberini, que sofreu um acidente há um ano e abandonou a faculdade. Conforme entra em contato com a trama, Helen descobre-se apaixonada pelo seu autor e viverá intensamente um romance pelas quatro estações do ano. Outono dos Sonhos é uma obra apaixonante, levando o leitor a mergulhar em uma surpreendente e emocionante história de amor.



Com um toque mágico que te transporta para um mundo de fantasia e doçura, Outono de Sonhos apresenta a história de amor entre Helen e Andrew, duas pessoas lindas unidas por literatura e curiosidade, que aos poucos vão se transformando.


A história se desenrola quando Helen Castilho entra para a Universidade Federal de Santa Catarina, no curso de Letras. Em meio às expectativas e às novidades do começo da vida universitária, ela conhece pessoas alegres e inteligentes, além de mostrar o seu talento, valendo-lhe uma participação especial num projeto abandonado da escola. Envolvida com o projeto e seu conteúdo - a publicação de uma história medieval de romance e drama -, não consegue conter a curiosidade de saber mais sobre a sua origem. Então descobre que um antigo aluno começou a publicar um romance sobre um príncipe e uma plebeia na revista da faculdade, a Tempus, até sofrer um acidente. Mas que acidente? Qual garoto? E onde estaria ele agora, impedido de terminar aquela história que lhe envolveu por completo? 

Depois de ler tudo o que o garoto de Jornalismo publicara, ela não teve como recusar o projeto. Além disso, ficou mais propensa a descobrir muito mais sobre aquele misterioso rapaz - até que conhece dois amigos dele e começa a ter mais contato sobre sua vida. Em meio a mistérios e ansiosidade, ela consegue quebrar a barreira que Andrew - sim, ele mesmo, só podia ser! -, o incrível escritor que arrebatou o coração de muitas pessoas, principalmente de Helen, construiu depois do acidente. Ele se fechou, ficou recluso do mundo, sem vontade de vivê-lo. Mas por quê? Helen foi advertida da seriedade do caso, mesmo assim não perdeu a vontade de conhecer aquele misterioso que tanto admirava. Sentia-se atraída pelo mundo que ele criou e pela curiosidade que lhe tomou por inteira.

Com muita surpresa, dor e revelações, Helen aos poucos se aproxima de Andrew, e os dois não escondem um do outro o que realmente existe entre eles. Um projeto literário que uniu o romantismo dos dois, que entrelaçou sentimentos. E comovida pelo rumo que a vida de Andrew tomou, aliada à sua paixão imediata, ela desenvolve um sentimento cada vez mais completo pelo rapaz. Os momentos dos dois, que nos revelam maturidade e carinho, conquista o leitor e se revela o alicerce bem mais acabado de Outono de Sonhos. Adriana Brazil soube criar um contexto onde o sentimento avança barreiras, constrói um benefício mútuo e aflora a definição do que realmente deve ser o amor. Essa é a verdadeira maravilha do livro. A inspiração que a autora revela ter tido para escrever a história e não negá-la realmente tem sentido.

Os relacionamentos são construídos delicadamente e de forma ampla: há a melhor amiga, o palhaço e o cabeça da turma, o sedutor, a estudiosa, entre outros tipos que agitam a vida de Helen na faculdade. Além de seus amáveis pais, claro. O livro possui não um toque de religiosidade, mas sim uma completo tom que lhe dá a característica da escritora, assim como todo livro o faz. Adriana e Helen nos mostram o reflexo de uma fé inabalável, que dá amparo ao tema delicado de doença que há no livro. Apesar de eu não ser religiosa, tal presença não me incomodou em nada - é um traço da personagem construída. Além disso, a autora soube tratar com tamanha maestria o tema do câncer, mostrando toda a sorte e azar de Andrew com sua vida de maneira tocante e realista, porém um tanto dramático, sim, como o deve ser.

O único ponto negativo que notei foi a brevidade das conversas, um tanto superficiais e desnecessárias para o desenvolvimento. Foram poucas, mas percebi o seu papel secundário na história voltada ao descobrimento do amor. 

A diagramação é linda, com uma capa onde posa a própria autora! Sim, é verdade, é a própria Adriana na foto, e ela nos conta através da pequena entrevista que realizei com ela:

1- A história de amor de Outono de Sonhos foi inspirada em algum filme ou situação real? Se não, teve algum outro tipo de inspiração?
No início seria apenas um livro e se chamaria Foi assim que te amei, a ideia nasceu depois de uma noite de dezembro, onde a história veio como um "download" do céu, foi sem dúvidas, uma inspiração divina.
 
2- Qual a sua relação com o outono? É uma estação especial para você?
Sempre amei o Inverno e o Outono, são minhas estações favoritas, e ao escrever e pesquisar sobre o Outono me encantei, acho que aponta um tempo de renovo, onde as folhas estão caindo, esperando a próxima estação. Sem dúvidas se tornou uma estação muito especial, por refletir uma fase da minha vida que vou guardar com carinho.
 
3- Quando surgiu seu gosto pela escrita? E quando foi a primeira vez que teve a ideia de escrever um livro, de virar escritora?
Sempre escrevi, desde o início da adolescência, mas nunca pensei que poderia ser um futuro promissor, então, deixei de lado.
Depois da inspiração que recebi em dezembro de 2009, vi que não podia deixar aquela história simplesmente na minha cabeça, precisava compartilhar, e com os rascunhos da sinopse de Foi assim que te amei, a escritora que sempre esteve em mim, apareceu.
 
4- Qual a sua relação com a escrita? E com os livros?
Como mencionei, sempre escrevi, poemas, versos, letras de música, gosto muito, tanto que hoje curso Letras/Literatura. Já os livros, fazem parte da minha vida desde pequena. O gosto pela leitura veio na infância, devido ao meu pai que despertava minha curiosidade contanto histórias carregadas de fantasia.
 
5- Dizem que a foto da capa do livro é sua e que, na realidade, é você mesma a modelo. Certo? Se sim, Helen, a personagem principal, é um espelho da autora, possui apenas algumas características suas ou não tem nenhuma relação contigo? Geralmente transferimos aos personagens um pouco de nosso jeito de ser quando os criamos, principalmente os protagonistas.
Sim, sou eu na capa rs. Na época tudo era novo para mim, e não sabia que existia vários sites de venda de fotos, então com receio dos direitos autorais tiramos as próprias fotos. Quando o livro foi publicado, a capa do Outono já era muito apreciada, resolvi deixar. Porém a Helen, fisicamente, é muito diferente de mim! Já os princípios, o gosto pelas letras, fotografias, isso realmente foi transferido da autora Adriana.
 
6- Como se inspirou para criar um mocinho tão educado, gentil e sedutor?
É fácil criar um personagem assim quando você vive o amor, e eu vivo. Aos 18 anos eu me casei, e graças a Deus, tenho um casamento muito feliz, onde o romantismo, a amizade, companheirismo, a paixão, sempre existiram, daí criar cenas e personagens não se torna uma tarefa
"surreal" e sim bastante verdadeira.
 
7- Qual o seu conselho para aqueles que estão pensando em criar uma história, ou até mesmo já começaram a escrever?
Persistência e convicção de que você gosta de escrever. Tem que ter paixão, amor no que se faz, senão se torna mecânico, apenas palavras.
Escreva, reescreva, corte - sem dó, enxugue, peça seus amigos para opinarem com sinceridade, e não desista!
 
8- De todos os personagens de sua história, quem escolheria para... 
Dar boas risadas? Alan
Ter uma boa e verdadeira amizade? Helen
Se apaixonar? Andrew
Confiar um segredo? Sarah
Dar uns bons conselhos? Richard, sempre!
Ser seu parceiro(a) de estudos? Evelyn
Discutir? Alan e Álex
Indicar/apresentar o seu livro? Diego
Adriana no lançamento de Outono de Sonhos

8 comentários:

  1. AAH, queria ter tempo pra ler, mas a faculdade não deixa rs, já leio as coisas de sociologia, adm, economia, preciso ler coisas pra ficar bestinha, e esperar uma história linda de amr rsrsrs .

    ta lindo aqui, beijos.
    edwin .

    http://oquefaltou.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Este livro é lindo demais *-* Tornou-se aquele livro de cabeceira, sabe? Porque além do lindo romance apresentado, também encontra-se um bem muito precioso: os valores de um indivíduo, e como eles podem fazer muita diferença na vida ! AMEI! E JÁ ESTOU ANSIOSA PELA CONTINUAÇÃO!

    Beijos
    Mari Ferreira

    ResponderExcluir
  3. Mellory, antes de tudo, devo dizer que ficou lindo o novo layout! Amei demais!
    Em segundo.. adorei a resenha. Fiquei super com vontade de ler o livro ;~~ Essa editora está realmente trazendo novos talentos, pois todas as resenhas que leio dos livros fico com vontadinha! ^^

    Beijão,
    Gabi ~ Bookaholic World

    ResponderExcluir
  4. A capa do livro é muito linda!

    Ótima entrevista :)

    bjss,

    ResponderExcluir
  5. Acho linda a capa desse livro, ainda não tive oportunidade de lê-lo!
    Adorei a entrevista!

    Beijos
    Ann G. anngominho.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia o livro, mas ele me encantou... gostei da capa e da sinopse...
    Entrou p/ lista ;)

    Andy_Mon Petit Poison

    ResponderExcluir
  7. Gostei muuuuito do livro, e ainda é de uma autora nacional!
    Estou adorando ver a nossa literatura crescer! <3

    ResponderExcluir
  8. Linda a sua resenha e a entrevista ficou pra lá de interessante!!!! A Adriana é muito especial, com suas mãos de fada e o sorriso encantador! Ela merece todo o carinho dos leitores e do público em geral!!

    Beijinhos
    http://marlicarmenescritora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigado por visitar e comentar no Literature-se.
Assim que puder, visitarei o seu blog. Caso não tenha um, deixe twitter, Facebook ou e-mail para que eu possa respondê-lo :)
Dicas, sugestões e críticas construtivas? Comentários abertos para isso e muito mais, só contando com aquela boa dose de bom-senso necessário, né? ;)

 
Literature-se © Todos os direitos reservados :: Ilustração por Prih Mizuh (@pri_mizuh) :: voltar para o topo