17.2.11

Resenha: 2012 - Uma Aventura No Fim do Mundo

2012 - Uma Aventura No Fim do Mundo, por Vanessa Bosso.
  • Editora: Novo Século (selo Novos Talentos da Literatura Brasileira)
  • ISBN: 9788576793274
  • Páginas: 286




No dia 21 de dezembro de 2012, Liz estará tentando sobreviver ao fim do mundo em um abrigo antiapocalipse. Thiago e seus amigos estarão lutando contra tsunamis e continentes sendo deslocados pela movimentação do eixo terrestre. Enquanto o mundo acaba, extraterrestres vêm em auxílio dos escolhidos para que uma nova era possa ser iniciada.



2012 começa com a estória de Liz, uma garota brasileira que decide cursar Astronomia em Londres após ter sofrido uma decepção amorosa com seu ex-namorado e ex-melhor amiga, Cauê e Vitória. Ela muda-se para a Inglaterra, onde sua outra melhor amiga Mel (Oi, xará!) já estava morando há um tempo; pouco fica por lá quando vários ataques terroristas começam a enlouquecer o mundo. Ela, Mel e a nova amiga das duas, Júlia (uma brasileira que também decide morar na Inglaterra), vêem que Londres, e até qualquer país da Europa, já não são tão seguros quanto o pacífico Brasil, e fazem de tudo para voltarem pra terra tupiniquim.

Aqui, Liz enfrenta a sua dor pela perda do pai, e recebe a ajuda de Mel para limpar o antigo escritório dele. Lá elas descobrem que um verdadeiro apocalipse está por vir, e ele possui até a data definida: 21 de dezembro de 2012 - o fim do mundo. As amigas encontram uma carta escrita pelo próprio pai de Liz, dizendo que ele construiu um abrigo, e que é para elas se salvarem. 

A personagem principal é Liz, mas com o passar da estória, sua vida vai entrelaçando-se com a de Júlia, Thiago, Matheus, Felipe e tantos outros. O livro trata um assunto polêmico, sobre o qual os principais personagens se convencem do fim, e traçam um plano para uma possível sobrevivência. A estória engloba, principalmente, o descobrimento de Liz (e dos outros personagens) sobre o apocalipse, a preparação de todos para o fatídico dia e, enfim, o depois de 21/12/2012, quando nasce uma nova "geração" da raça humana, mais evoluída (espiritualmente falando.)

A autora Vanessa Bosso consegue, com maestria, desenvolver uma opinião sobre assuntos muito polêmicos, e não somente a questão do fim do mundo em 2012, como também sobre almas gêmeas, encarnações, ufologismo (extraterrestres), ciência, "anjos da guarda", entre outros. Sua delicadeza é presente nessas passagens, e também em todo o restante do livro. Ela cria lindas relações afetuosas (e diria que até o contrário, também, mas aqui o foco é para as belezas de um genuíno relacionamento), como exigência de uma nova sociedade arraigada no amor incondicional, algo maravilhosamente tocante, que surge após o 2012. Fiquei vibrando por Liz e Thiago (suspirando, com os olhos brilhando, etc etc haha), rindo loucamente com o Matheus e o Felipe e, ainda, cheia de indignação com a pirada da Vitória.

A escrita é fluida, mas tive de tomar cuidado para saborear mais devagar as palavras, pois a estória deve ser digerida calmamente, a fim de se tirar o maior proveito do que está sendo passado para nós.

E as citações são ótimas: U2, AC/DC, Rage Against, Cássia Eller... Amei todas as bandas/cantores mencionados, principalmente a música "With Or Without You", do U2, que Liz põe para tocar em um certo momento, e essa é a música que mais gosto da banda! Quer ligação maior que essa? Além da música, a cidade onde vivo é citada, o Guarujá! Adorei, nem precisava dizer, não? haha

Talvez o único ponto negativo seja alguns erros ortográficos e os diálogos rápidos. Alguns vocativos não são corretamente separados, e certas frases interrogativas não receberam o ponto de exclamação como exigem. Senti falta de uma descrição mais intrincada em alguns diálogos, pois muitos disparam somente com o que é dito, sem haver descrição dos sentimentos e da situação em que estão inseridos. Ah! E há também uma pequena contradição no final do livro, onde Matheus, Felipe e Thiago deveriam estar perdidos, sem rumo e localização, mas acabam sabendo (vai se saber como), em que posição (dos pontos cardeais) o sol nasceu. Pelo meu ver, não teria como qualquer um dos três terem essa informação, pois estão num planeta renovado, sem tecnologia, no meio do mar aberto e totalmente perdidos. Mas fora isso, só tenho a elogiar a estória criada por Vanessa!

A diagramação é aquele padrão ótimo do selo Novos Talentos da Literatura Brasileira. Particularmente, acho muito boa. A arte da capa é bem adequada ao tema, o material é excelente, mas a revisão deixou escapar algumas coisas, como citei anteriormente. Eu sou mesmo muito chata para a revisão de erros gramaticais, pois me irrita bastante ler uma estória sem as devidas (e totalmente normais) correções... Mas é um alívio perceber que não há tantos, apenas estou ressaltando a existência de alguns.

Quotes


Quando a música (With Or Without you) chegou ao seu ápice, Liz se sentiu conectada com algo. Ela não sabia o quê, mas uma paz invadiu todo o seu ser.

- Nada é imutável em nosso Universo. A única constante é a mudança.
- Não somos mais. Somos Maias e eles Egípcios. Queremos evolução espiritual e eles querem ser Deuses - um ancião disse.


Gostaria de aproveitar a oportunidade para agradecer a Vanessa por aceitar ser parceira do Croissant Parisiense e me enviar um exemplar de seu livro (além de, TCHARAM, disponibilizar mais um para a super promo que está por vir!)
(Procurando a minha nota para o livro? Ela está ali, oh, à direita, marcada num post-it roxo;)

7 comentários:

  1. Tenho um pouco de medo desses gêneros de fim do mundo. Mas estou bem curiosa com este. Espero poder ler em breve.
    Beijos, Mell!

    ResponderExcluir
  2. To lendo esse livro! Daqui a pouco vou ali ler as ultimas paginas dele. Concordei em tudo que tu disse... ela fala dessas coisas, de um jeito lindo. E eu tambem achei alguns errinhos, mas nada demaissss. Enfim, ótima resenha. Beijão

    Luiza,
    Express Coffee

    ResponderExcluir
  3. Adorei a resenha Mel
    muito boa
    já li várias sobre o livro e fiquei bem interessada !!!

    Viva a literatura nacional !!!!
    Parabéns para a autora ....

    Aguardo a promo
    e sucesso no blog

    ResponderExcluir
  4. Esse é um dos livros nacionais que eu mais quero ler. Acho a história super interessante, um tema polêmico, mas ao mesmo tempo pouco visto em livros. Quero muito tê-lo logo em mãos *-*

    Beijos xx

    ResponderExcluir
  5. Uh, ainda bem que essa resenha saiu logo, estava louquinha pra saber sua opinião sobre esse livro. E resultado? Preciso leeer , haha.

    E não é só você que é chata não! Eu também noto todas as virgulas fora do lugar. E acho super triste que os livros de autores brasileiros sofram com a falta de revisão adequada. Tudo bem que não só os brasileiros que sofrem, mas com certeza são os que recebem menos atenção :/

    Aliás, eu adorei a história. Nunca pensei que fosse se tratar de tantas coisas diferentes.
    Adorei!

    Beeeijos.

    ResponderExcluir
  6. Eu estou louca pra ler esse livro! Acho que meio que numas de "literatura nacional: I heart it!" Fortalecer a nossa literatura é bom, ao invés de ficar só com os livros da terrinha do tio Sam.
    O tema me parece muito instigante e eu gosto disso, acho muito divertido! *-*
    Nah, eu gosto de diálogos rápidos, geralmente acho que dá uma leveza, fluidez e dinâmica ao livro (como Sussurro, por exemplo). Ou no máximo aquelas que detalham o essencial entre as falas dos personagens, como faz o tio Rick Riordan, Cassandra Clare, JK Rowling... Me irrito muito com textos como Fallen (sim, eu AINDA estou lendo Fallen - tu tinha razão, é decepcionante), quero dizer, se alguém faz uma pergunta tem uns quatro parágrafos de divagações da protagonista e repetições de fatos totalmente desnecessários (parece que apenas para "encher linguiça"), de forma que quando ela responde eu nem lembro mais qual era a pergunta. Fica extremamente cansativo e chato de ler ._."
    Mas, enfim, estou louca por 2012, assim que cair nas minhas mãos devoro *-* Haha.

    Beijo, guria! o/

    ResponderExcluir
  7. Esse livro já está aqui na minha estante, mas ainda não comecei a ler. Tá na fila!!!
    Eu gosto de livros de fim do mundo...eheheh

    Bjus
    Gisele
    Dicas de Livros e Filmes

    ResponderExcluir

Obrigado por visitar e comentar no Literature-se.
Assim que puder, visitarei o seu blog. Caso não tenha um, deixe twitter, Facebook ou e-mail para que eu possa respondê-lo :)
Dicas, sugestões e críticas construtivas? Comentários abertos para isso e muito mais, só contando com aquela boa dose de bom-senso necessário, né? ;)

 
Literature-se © Todos os direitos reservados :: Ilustração por Prih Mizuh (@pri_mizuh) :: voltar para o topo