6.1.11

Resenha: Chantilly

Chantilly, de Mare Soares.
  • ISBN: 978-85-910699-0-3
  • Páginas: 147
Publicação independente.
Um diário foi escrito. Catherine Aragon, numa atitude desesperada, escreve suas recordações em busca de socorro. Somente dez anos depois suas palavras foram ouvidas por um renomado cientista. Ethan Stuart, um homem com pouco carisma, toma as rédeas da situação para tentar ajudá-la. Ele contará com a ajuda de personagens suspeitos: o exótico Leon Saiter, um alcoólatra sem muita perspectiva, que arriscará a própria vida para obter êxito na resolução do caso, e a interessante Anabelle, que vive um dilema dentro de si onde questionará suas verdades e seus valores. A tríade investigadora conclui a soma dos catetos, tornando Chantilly um dos desafios mais intrigantes do seu viver. Mergulhe nesta aventura, em um ambiente noir, repleta de mistérios a serem desvendados numa cidade onde as pessoas perderam as lembranças.


O livro é todo misterioso. Conta a estória de uma cidade que foi arrasada por uma praga que provoca amnésia. Através de diários, uma das personagens começa a escrever sobre o que está acontecendo na cidade, o que ela está observando, para que mais tarde alguém venha a ajudá-la, pois percebe que está perdendo suas memórias. Seus relatos são encontrados por um cientista dez anos depois, e Chantilly já tornou-se uma cidade perigosa e totalmente diferente daquela em que Catherine Aragon descreveu anos atrás. Ethan Stuart, o curioso cientista, começa sua jornada em busca de respostas para a pergunta que não quer calar "O que aconteceu em Chantilly?".


Assim, endereça algumas cartas à Catherine, pedindo para marcarem um encontro a fim de recolher mais informações. Ele vê nela a esperança de que precisava, pois os habitantes da misteriosa cidade há muito se dispersaram.  Ela lhe retorna, dizendo que não quer ser vista. Seu estado físico a impede, alega. Outro mistério que Ethan não estava a fim de aturar. Ao mesmo tempo em que mantém contato com Catherine através das cartas, um sujeito muito estranho lhe contata, dizendo que foi um morador de Chantilly e que a sua falta de memória lhe incomoda. O que Ethan descobre é que ele é Leon Saiter, um vagabundo que vive bêbado, mas que realmente perdeu suas memórias. Pede para que lhe encontre em Paris, para assim darem continuidade à pesquisa. Os dois se estranham muito no começo, pois são como água e vinho, mas com o passar da convivência eles acabam descobrindo uma amizade bem diferente nascendo. E juntos, decidem que é necessário conhecer Catherine, pois ela é a chave de partida de suas buscas. Além da moça, procuram por um geneticista que garante ajudar, mas é chegando em sua casa que Ethan e Leon entendem com o que estão lidando: alguém matara o geneticista e deixara uma cena ignóbil na própria casa da vítima, como que um recado para os curiosos. Sem qualquer dúvidas, até Leon, com sua lerdeza e ingenuidade de bêbado, descobre que há muito mais por trás de estória do que eles imaginavam e que a jornada é bem mais que perigosa - é suicida. 

O livro é cercado de mistérios durante toda a leitura, e pouca coisa é solucionada neste volume. A leitura é rápida, muito fluente; li em uma tarde. Chantilly termina com um gostinho de quero mais irritante. Eu senti a necessidade de mais páginas, explicando a situação melhor, descrevendo mais calmamente os personagens, e encorpando a estória do livro. Estou ansiosa pela continuação, pois preciso saber de todo o mistério que cerca a cidade de Chantilly! Esse mistério é tão envolvente que não surpreende por ser a sustentação de toda a estória.

Um ponto bacana são as constantes viagens dos personagens. Aqui, ainda, sinto a necessidade de uma descrição dos lugares, para sentirmos a inclusão das personagens. Acharia bacana que os cenários fossem mais explícitos.

E não poderia me esquecer da linda capa; ela, com certeza, te conquistou. Dá até água na boca! (Não, a estória não tem nada a ver com comida haha) Devo ainda dizer que a escrita da Mare é muito justa ao contexto, e ótima! Além disso, se trata de uma publicação independente, e eu só vi mínimos erros de revisão, que podem até passar despercebidos! Ponto super positivo!
Queria agradecer, novamente, à Mare Soares pela oportunidade de ler seu livro. 

(Procurando a minha nota para o livro? Ela está ali, oh, à direita, marcada num post-it roxo;)

16 comentários:

  1. Eu achei que a Mare conseguiu escrever de um jeito que nos deixasse com um gostinho de quero mais no final. Gostei muito de ter conhecido Chantilly.

    ResponderExcluir
  2. Mellory, eu estou com esse livro aqui pra ler e estou muito ansiosa. Me parece muito legal!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. troquei Chantily com a Mare faz pouco tempo, está na lista de leitura e na fila pro Desafio Nacional desse ano :) estou bastante curiosa, achei a sinopse super legal!
    beijinhos

    ps: todas as informações dos meus livros estão no meu blog mesmo, nas abas Livros e Portfólio ^^
    larissasiriani.blogspot.com
    beijosmil

    ResponderExcluir
  4. Quero conhecer essa trama. Parece bem interessante.
    Adorei sua resenha e sua sinceridade nela.
    Beijos
    http://kellenbaesso.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Li resenhas ótimas sobre esse livro, mas ainda não me interessei a ponto de querer lê-lo.

    ResponderExcluir
  6. Ah, coloquei seu banner como parceiro lá no blog :)

    ResponderExcluir
  7. Ahhh quero ler!!!!!
    Acho essa capa maravilhosa e dá aquela vontade de descobrir mais!
    ótima resenha flor!
    Um bjo!

    Como podemos fazer parceria?

    ResponderExcluir
  8. Tenho visto muitas resenhas legais a respeito do livro :) Doida pela chance de conferir logo!

    ResponderExcluir
  9. Hmm adoro chantilly :)
    O livro parece ser muito bom, fiquei curiosa!
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Hey! Amei o seu blog! Espero fazer parceria contigo! Seu link já esta nos parceiros no meu blog! Passa lá! Beeijos

    queroumromance.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Eee ta todo mundo falando tãão bem deste livro *----* HSUHSUS' Quero loucamente ! :S
    adoorei a resenhaa Mel (posso te chamar assim ? ;x ) hehe
    Beijos
    Carol {SobreUmLivro}

    ResponderExcluir
  12. Reu blog é tãão lindo! *_* Primeira vez que entro nele. :~ eu estou com muita vontade de pular Feios e ler logo A garota americana. *_*

    Voltando ao seu post... Eu já tinha lido uma resenha sobre ele. Achei tão interessante. *_* Será que sai mesmo a cotinuação? Por que assim, ficar naquela vontade de saber o que realmente aconteceu dá uma agonia. :\

    Amei tudo aqui. ;D

    ;*

    ResponderExcluir
  13. hahaha eu sempre achava que era um chick-lit por causa da capa. Grande engano né? Ainda não tive a oportunidade de ler, mas adoro esse tipo de história e gostie mt da sua resneha.
    beijos!

    ResponderExcluir
  14. Eu falo pra todo mundo que a Mare me enganou! A capa não tem nada a ver com a história, mas ambas são encantadoras (e deliciosas!) haha

    Te indiquei um selinho de Dia do Leitor lá no blog: http://migre.me/3xqCX

    ResponderExcluir
  15. Desculpa a demora uahuahe *lerda*
    Eu agradeço a sinceridade, mellory *-*
    mas peraí.. o gostinho de quero mais irritante é bom ou ruim? XD
    Sobre cenários, poucas pessoas tem pontuado isso.. e sabe o que é tenso? eu falei isso o tempo todo durante o processo de criação. É um ponto fraco meu, sou péssima nisso. Pq eu não queria descrições superficiais de lugares, queria geniais... e eu ainda não me sinto preparada pra isso =x espero melhorar pro segundo.

    Sobre personagens, vem mais sobre eles no segundo volume. Mais respostas, inclusive.
    Mas não espere muito xD eu tentei fazer um clima noir e por isso as personagens são assim. Noir. xD
    Quanto aos errinhos de revisão, vc depois poderia me avisar onde vc pescou? @@ Tô achando que precisará de uma nova =/

    Enfim, obrigada pela resenha! :DD
    Aguarde o próximo \o/ tá ficando emocionante e só tem 30 páginas ainda uahuahauhe

    ResponderExcluir
  16. oie, estou com muita vontade de ler esse livro, a capa é deliciosa, hauhaua.
    Ele tem jeito de ser bem bom, ^^
    beijos.

    ResponderExcluir

Obrigado por visitar e comentar no Literature-se.
Assim que puder, visitarei o seu blog. Caso não tenha um, deixe twitter, Facebook ou e-mail para que eu possa respondê-lo :)
Dicas, sugestões e críticas construtivas? Comentários abertos para isso e muito mais, só contando com aquela boa dose de bom-senso necessário, né? ;)

 
Literature-se © Todos os direitos reservados :: Ilustração por Prih Mizuh (@pri_mizuh) :: voltar para o topo