4.10.10

Resenha: Procura-se um Namorado - Última Chamada




Sinopse: "Você sabia que um dos lados de seu quadril e mais alto do que o outro? -perguntou a costureira, num tom inteiramente casual. A dama de honra à minha esquerda me olhou pelo espelho, depois desceu o olhar até meu quadril. -Não sabia -respondi. -Eu nunca soube disso. Que bom você me dizer: A costureira teve a decência de parecer constrangida. Ela abaixou a cabeça e continuou marcando com os alfinetes. Talvez tenha sido essa a razão pela qual os caras do encontro 1, 2 e 3 não ficaram interessados. Não era só o cigarro, no fim das contas. Era a questão do meu quadril. Mas que sorte a minha, já que o encontro número 4 era com um médico, cuja função e justamente perceber esse tipo de deformidade."


 Tenho que confessar: esse livro eu julguei muito pela capa, e comprei mais por indicações do que por ter gostado da sinopse - a Thaty do Eu Sou Assim indicou o livro num vídeo que ela publicou em seu blog, e disse ainda que pagou apenas R$9,90 por ele! Incrível, não? Eu não consigo resistir à livros por esse preço. Então fui atrás, e não achei haha Mas a fofa da Tathy acabou achando pra mim por esse mesmo preço, e comprei na hora. O melhor é que chegou beeem rápido, apesar de meio sujinho o_o (Ok, sou muito fresca para o estado em que meus livros chegam, então levem isso em consideração).
 Eu nem imaginava como seria ótima a leitura. De um prazer enorme, mesmo. Confesso, ainda, que no começo eu demorei para me acostumar à narrativa da Melissa, mas logo que me adaptei, quase que chego a dizer "literalmente, eu o comi" hahaha 

 Misturando humor e romance, o chick-lit é ótimo para refletirmos - nós, mulheres e até mesmo os homens - sobre como nos comportamos diante de relações - ou a falta delas. No livro, Melissa conta a história de Jane, que teve seu grande amor de infância arruinado pela menina popular da escola, e que conseguiu superar o trauma que foi o eu ensino médio e tornou-se uma editora assistente de baixo cargo numa empresa. E por incrível que pareça, a moça consegue ter mais sorte que eu: Natasha, a garota popular da época do colégio, ainda não deixou de ser popular, e é a chave para sua tão desejada promoção à um cargo maior. Jane tem que transformar a autobiografia de Natasha num best-seller, e como não gosta de sua rival, acaba passando por péssimas situações. Mas o que realmente aflige sua existência é a falta de um namorado. Os raros que teve foram uns babacas e lhe deixaram no fundo do poço. 
 Com a chegada do casamento de sua mimada prima, Dana, Jane acaba mentindo para Natasha em relação à sua solteirice, e diz sair com um cara muito bem requisitado. E como sua sorte é pior maior que a minha, é claro que Natasha conhece Dana, de quem foi babá quando criança. A falsa notícia acaba se espalhando e, faltando dois meses para o grande dia (do casamento), Jane corre atrás de vários encontros às escuras com amigos do namorado de sua melhor amiga. Mas será que sua sorte é ótima a ponto de lhe dar um presente tão ótimo através de uma situação forçada?

 Em meio à palhaçadas e ironias do destino, a protagonista tenta se virar para encontrar um ótimo namorado enquanto se esforça para conseguir sua tão sonhada promoção. É de dar risada as situações pelas quais ela passa, e é nisso que está o grande humor da história. E até a grande moral.
 Será que precisamos mesmo de um amor para conseguir levar a vida? Tudo bem que beirando aos 30 anos, tudo o que queremos é estabilizar nossas vidas ao lado de um companheiro cotidiano. E, sim, conclui que eles são essenciais, mas não necessários. Se encontrarmos nossa metade da laranja, ótimo. Se não, sem desespero e loucuras em busca de um. Além disso, cuidar de nossa auto-estima é a prioridade nessas situações - não adiante nos rebaixarmos se queremos que outra pessoa goste de nós diante de nossas qualidade. É um paradoxo que, quando extinto, conseguimos, pelo menos, equilibrar nossos próprios sentimentos. É fato: se não gostarmos de nós mesmos, ninguém fará por nós.

Ao contrário do que a maioria pensa, o livro não é um auto-ajuda, e muito menos uma história sem nexo e fútil - ela nos toca com sutis moralidades e reflexões que deixam nosso dia-a-dia muito mais compreensível e fácil de se levar.
Sem falar da ótima diagramação - sério, ótima mesmo. Quem nunca leu um livro da editora Harlequin Books, está esperando o que para começar com um ótimo livro? Se gosta de chick-lits, super recomendo esse.
Enquando lia, não podia deixar de relembrar do filme "Ele Não Está Tão Afim de Você", já viram? Uma das personagens do filmes é muito parecida com a principal do livro, e eu adorei a conecção entre elas!

Autora: Melissa Senate - Editora: Harlequin Books - ISBN: 8576870185 - Páginas: 380

8 comentários:

  1. Ai, já quero. Eu vi quando a Thaty colocou o link por esse preço, mas se eu comprasse, além do livro, ia comprar briga! hehehe
    Meu aniversário é em dezembro, já estou preparando uma lista com dicas de presentes para familiares e amigos, bem folgada, quem sabe ele esteja no meio dos presentes!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Eu já tinha visto esse livro algumas vezes mas como nunca tinha lido nenhuma resenha e ninguem falando sobre ele eu acabei não comprando.
    Mas lendo a sua resenha eu me interessei, adoro Chick lit e esse parece ser muito bom.

    ResponderExcluir
  3. nossa, amei a sua resenha tão bem humorada e divertida que me deu vontade de comprar o livro agora... rsrs a Tathy é ótima para encontrar livros baratos, ela me deu a dica do meu Jogos Vorazes por 25 reais... depois nunca mais vi por esse preço rsrs...
    esse livro me lembrou um filme, mas esqueci o nome agora... gostei mto mesmo.
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Sou SUPER fresca, digo, cuidadosa com meus livros também! SUPER te entendo.

    E ADOREI sua resenha. De verdade!
    Se eu encontrar o livro baratinho compro na hora *_*

    Beijocas!
    Juh Oliveto
    Livros & Bolinhos ~

    ResponderExcluir
  5. Depois que li sua resenha, fiquei com vontade de ler o livro...fui procurar e nossa tá R$41,00, fiquei só na vontade, vou esperar alguma promoção para ver se o valor cai um pouco.
    Valeu a dica.
    Bjos!
    http://sentimentonoslivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. oi, perdi a promoção de 9,90 desse livro! que raiva, desse e de temporada de caça. Odeio perder promoções felizes :(

    enfim, adorei sua resenha, bom saber que é bom mesmo.

    ResponderExcluir
  7. Oiii
    nossaaa amei a resenha e o livro.. e combina comigo.. Ãngela procura namorado kkkkkk...
    Estou seguindo o blog..
    Se puder, faça a uma visita ao meu humilde blog..
    Beijos

    ResponderExcluir

Obrigado por visitar e comentar no Literature-se.
Assim que puder, visitarei o seu blog. Caso não tenha um, deixe twitter, Facebook ou e-mail para que eu possa respondê-lo :)
Dicas, sugestões e críticas construtivas? Comentários abertos para isso e muito mais, só contando com aquela boa dose de bom-senso necessário, né? ;)

 
Literature-se © Todos os direitos reservados :: Ilustração por Prih Mizuh (@pri_mizuh) :: voltar para o topo