8.9.10

Resenha: Como treinar seu dragão, Cressida Cowell




Sinopse: Conheça Soluço Spantosicus Strondus III: a Grande Esperança e o Herdeiro da Tribo dos Hooligans Cabeludos - mas um garoto sem qualquer talento para liderar. "Como Treinar o seu Dragão" conta a tumultuada jornada de Soluço em sua iniciação como um legítimo guerreiro viking: junto com os outros garotos da tribo, ele precisa domesticar e treinar o dragão mais feroz e assustador que for capaz de capturar. Em vez disso, Soluço acaba com o menor dragão que já se viu - e, para piorar, o animal é teimoso, impossível de ser adestrado e completamente banguela. Começa aí a aventura do mais encantador e improvável dos heróis e de seu dragão muito mal-educado.


Inteiramente ilustrado, com muita ação e o tipo de humor que arranca gargalhadas até dos mais carrancudos, "Como Treinar o seu Dragão" é o primeiro livro de uma série que é sucesso mundial, que inspirou o filme de animação cotado como uma das estreias mais importantes deste ano.


 Como treinar seu dragão é um livro infantil de fácil leitura. É uma história agradável, cativante. Narrado em terceira pessoa, conta a aventura de uma ilhota habitada pela tribo Hooligans Cabeludos, que tem como grande chefe o pai do personagem principal, Soluço (apelidado de "O Inútil" pelos valentões colegas de turma). Na cultura dessa tribo, todos os meninos adolescentes que atingirem certa idade deve capturar um dragão e treiná-lo, tornando-o seu, senão é banido da ilhota e deverá percorrer o mundo sem poder voltar ao pequeno povoado onde foi rejeitado. Assim, a maior preocupação de Soluço é de capturar um dragão. Como o garoto não é confiante, teme pela perda de seu cargo como futuro chefe da tribo, já que é o  herdeiro do "trono", por assim dizer, ainda mais quando Melequento vive ameaçando-o e maltratando-o.
 Mesmo com todas as dúvidas e trapalhadas, ele consegue capturar Banguela que demonstra ser um dragão completamente as avessas: é malcriado, cheio de si, preguiçoso e burro por escolha própria. As partes mais engraçadas do livro são aquelas em que Banguela abre a boca para soltar alguma das suas! Ele é completamente  folgado, e no final dá a Soluço a prova de amizade que o garoto negava existir. É MUITO fofo!


 Ao passar dos dias, Soluço vai treinando Banguela, sempre com Melequento e seu terrível dragão ameaçando a dupla dos mocinhos. Depois, não acabam completando o treinamento pois, no dia da conclusão do "curso", dá a louca em TODOS os dragões dos 12 meninos (é isso? não me lembro mais quantos meninos eram ao todo) e o evento torna-se uma bagunça de tanta confusão. Enfim, os garotos mostram-se incapazes de treinar um dragão e são todos banidos da ilha - até mesmo Soluço e Banguela.




 Mããs acaba aparecendo dois superhipermegapowers dragões que faz arrepiar até mesmo os pelos da nuca do pai de Soluço. Entretanto, o garotinho vai conversar com a monstanha, mais conhecida como o SUPER dragão e no final, apesar dos pesares e das aventuras que Soluço, Banguela e todos os outros garotinhos terão que enfrentar, nossos mocinhos se dão bem.
 É uma história fofa de amor e amizade. Muito bom para distrair os pensamentos - tipo uma válvula de escape, sabem?


Autora: Cressida Cowell - Editora: Intrínseca - ISBN: 8502092057  - Páginas: 224
Assista ao vídeo da minha coluna Agora Que Eu Tenho onde mostro o livro quando emprestei. Skoob?

8 comentários:

  1. Eu tenho um pouco de receio de ler esse livro por ser infantil, mas as vezes dá vontade, como agora, lendo sua resenha.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Concordo com a Ana Elisa, tenho total impressão que ele é infantil, mas também deve ser super fofo né?
    Ain quem sabe ainda não leio!

    Beijos Mel

    ResponderExcluir
  3. apesar da temática mais infantil eu tenho a maior vontade de ler! parece ser desses livros bobos que faz a gente rir pra caramba HAHAHA
    e tem as ilustrações da cressilda *-*

    ResponderExcluir
  4. Adorei o segundo livro desta série, eu li o Como ser um Pirata antes desse que vc resenhou, mas esse esta na lista ;)))

    Beijão

    ResponderExcluir
  5. adoro livro infantil e bobo, eles me fazem rir, adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  6. UAHAUAHAUAHAU parece ser fofo, sei lá *--*
    adorei a resenha ;*

    ResponderExcluir

Obrigado por visitar e comentar no Literature-se.
Assim que puder, visitarei o seu blog. Caso não tenha um, deixe twitter, Facebook ou e-mail para que eu possa respondê-lo :)
Dicas, sugestões e críticas construtivas? Comentários abertos para isso e muito mais, só contando com aquela boa dose de bom-senso necessário, né? ;)

 
Literature-se © Todos os direitos reservados :: Ilustração por Prih Mizuh (@pri_mizuh) :: voltar para o topo