9.8.10

Na Minha Lista #2

Na Minha Lista é uma coluna do Croissant Parisiense onde eu mostro à vocês as listas que faço durante o ano, ou que faço exclusivamente ao blog. Como amo fazer listas (mas raramente as sigo), resolvi compartilhar com vocês!
 Na Minha Lista de hoje, mostro à vocês outros (vejam na Na Minha Lista #1, o top 5) livros que quero muito ler.





A Chave de Sarah é um livro que está há MUITOS meses na minha lista e que acabei esquecendo-me dele até encontrá-lo em pocket book numa livraria. A vontade de tê-lo veio com tudo! Adoro livros que retratam a Segunda Guerra Mundial!

 "Julia Jarmond é uma jornalista Americana que vive em Paris há 25 anos e é casada com o arrogante e infiel Bertrand Tézac, com quem ela tem uma filha de onze anos. Julia escreve para uma revista americana, e seu editor pede que ela cubra o sexagésimo aniversário da grande concentração no Vélodrome d’Hiver – um estádio no qual dezenas de milhares de judeus ficaram presos antes de serem enviados para Auschwitz.

Ao se aprofundar em sua investigação, Julia constata que o apartamento para o qual ela e o marido planejam se mudar pertenceu aos Starzynski, uma família judia imigrante que fora desapossada pelo governo francês da ocupação, e em seguida comprado pelos avós de Bertrand. Ela resolve descobrir o destino dos ocupantes anteriores. É revelada então a história de Sarah, a única dos Starzynski a sobreviver.

A família de Sarah foi uma das muitas brutalmente arrancadas de casa pela polícia do governo colaboracionista francês. Michel, irmão mais novo garota, se esconde em um armário, e Sarah o tranca lá dentro. Ela fica com a chave, acreditando que em poucas horas estará de volta. Julia é então impelida a retraçar a sofrida jornada de Sarah em busca de liberdade e sobrevivência, dos terríveis dias em campos de concentração aos momentos de tensão na clandestinidade, e por fim seu paradeiro após a guerra. E à medida que a trajetória da garota é revelada, mais segredos são desenterrados.

Ao escrever sobre o passado da França com uma clareza implacável, Tatiana de Rosnay oferece em A Chave de Sarah um contundente retrato da França sob a ocupação nazista, revelando tabus e negações que circundam este doloroso período da História francesa."



A Irmandade das Calças viajantes é o livro que deu origem aos filmes 4 Amigas e Um Jeans Viajante - dã, quem não sabe disso? - e só fui descobri-lo no começo desse ano e, desde lá, estou LOUCA para lê-lo! Parece-me ser uma ótima série - sim, é uma série com quatro livros. Quero todos, a começar por esse!
"Nada no mundo pode separá-las.
Tibby, Carmen, Bridget e Lena são amigas de verdade. Companheiras, cúmplices, confidentes. E a amizade delas, ao que tudo indica, não é pura coincidência. Pode ter acontecido antes mesmo de nascerem, afinal vieram ao mundo em um intervalo de dezessete dias de diferença entre uma e outra. Não é mesmo muita coincidência?

Pela primeira vez, porém, as quatro adolescentes iriam passar o verão separadas. Carmen visitaria o pai na Carolina do Norte. Lena e a irmã ficariam duas semanas na Grécia com os avós. Bridget iria para uma colônia de férias. Tibby tinha escolhido ficar em casa mesmo e começar a trabalhar em uma farmácia. Definitivamente, este seria o verão mais longo de suas vidas.

As quatro decidiram, então, fazer um pacto, ou inventar um código, um elo que as unisse enquanto estivessem viajando. E encontraram a solução num velho jeans comprado no brechó, surrado e desbotado. Aquelas calças que eram tudibom, transformaram-se num símbolo de amizade e passaram a pertencer às amigas igualmente. Surgia, assim, a Irmandade das Calças Viajantes, com direito a cerimônia secreta, juramento e dez mandamentos básicos para o uso do jeans.

Como as Calças, cada leitor será convidado a viver etapas determinantes, momentos intensos, grandes provas, problemas, decepções, emoções, sofrimentos, descobertas, revelações, lado a lado com Tibby, Carmem, Bridget e Lena. As narrativas das quatro protagonistas se entrelaçam para descrever um verão depois do qual tudo será diferente."



 Fallen é um livro que me conquistou pela capa. E, sim, julgo pela capa hahaha E esse livro está sendo tão falado, que me deixa morrendo de vontade de lê-lo - mais ainda, aliás.
 "Há algo estranhamente familiar em Daniel Grigori. Misterioso, ele captura a atenção de Luce Price desde o momento que ela o vê em seu primeiro dia no internato Sword & Cross, em Savannah, Georgia. Ele é o único brilho em um lugar onde celulares são proibidos, os outros alunos são toscos e câmeras de seguranças acompanham todos os movimentos. Mesmo que Daniel não queira nada com Luce, e faz com que isso fique bem claro, ela não consegue deixar pra lá. Atraída por ele como uma mariposa é atraída por uma chama, ela tem que descobrir o que Daniel está tão desesperado pra esconder, mesmo que isso possa matá-la."

10 comentários:

  1. Eu já li os três primeiros livros da Irmandade! E realmente são muito bons. =)

    Quero Fallen.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Gosto de livros de história em si.. mas sobre a 2ª guerra ainda não li...

    O da irmandade.. eu vi os filmes... o 2º achei chatinho.. e ñ me motivei a ler os livros.. será q são bem superiores ao filme?? Depois vc avisa...

    e o 3º está na minha top top.. rs rs brincadeira nem está.. mas já li tanto dele por ai q agora eu preciso ler.. achei 4 capitulos na net para ler.. mas acho q vou esperar.

    ResponderExcluir
  3. Fallen venha para mim isso é uma ordem q

    USAHUSAHUHSA adorei a lista *-*

    beijos, isa.

    Siiim, não fui eu não, peguei um código e modifiquei pouca coisa (:

    ResponderExcluir
  4. Esperando meu Fallen *----*
    As calças viajantes só vi o filme, o livro deve ser bom também =D

    ResponderExcluir
  5. Só li a Irmandade das Calças viajantes desses aí até agora. É muito bom!

    ResponderExcluir
  6. Eu quero ler A Irmandade das Calças viajantes. Eu vou te mandar as perguntas sexta, pelo seu e-mail, ok? beeijos

    ResponderExcluir
  7. Eu li A Irmandade das Calças viajantes já faz um tempão, então não tem resenha no blog. Mas é muito bom mesmo, vale a pena comprar

    ResponderExcluir

Obrigado por visitar e comentar no Literature-se.
Assim que puder, visitarei o seu blog. Caso não tenha um, deixe twitter, Facebook ou e-mail para que eu possa respondê-lo :)
Dicas, sugestões e críticas construtivas? Comentários abertos para isso e muito mais, só contando com aquela boa dose de bom-senso necessário, né? ;)

 
Literature-se © Todos os direitos reservados :: Ilustração por Prih Mizuh (@pri_mizuh) :: voltar para o topo