23.7.10

Resenha: Querido John

 Eu li Querido John há muito tempo, e devido as férias e as viagens que tenho feito, não consegui resenhá-lo antes. Aliás, ainda estou viajando, só que dessa vez, consegui um tempinho para postar aqui no blog.

 "Nicholas Sparks, autor número 1 de best-sellers, traz agora uma história inesquecível de um jovem que tem que tomar a decisão mais difícil de sua vida, em nome de seu grande amor.“Querido John”, dizia a carta que partiu um coração e transformou duas vidas para sempre.Quando John Tyree conhece Savannah Lynn Curtis, descobre estar pronto para recomeçar sua vida. Com um futuro sem grandes perspectivas, ele, um jovem rebelde, decide alistar-se no exército, após concluir o ensino médio. Durante sua licença, conhece a garota de seus sonhos, Savannah. A atração mútua cresce rapidamente e logo transforma-se em um tipo de amor que faz com que Savannah prometa esperá-lo concluir seus deveres militares. Porém ninguém previa o que estava para acontecer, os atentados de 11 de setembro mudariam suas vidas e do mundo todo. E assim como muitos homens e mulheres corajosos, John deveria escolher entre seu país e seu amor por Savannah. Agora, quando ele finalmente retorna para Carolina do Norte, ele descobre como o amor pode nos transformar de uma forma que jamais poderíamos imaginar."



 Desde quando comecei a ler as primeiras resenhas que foram sendo publicadas sobre o livro quis lê-lo. Ainda mais depois que assisti ao comecinho do filme - somente o começo mesmo, porque a maior parte do filme é totalmente diferente da história original, o que me deixou muito chateada. 

 A história é linda, não me decepcionou nem um pouco, apesar do final triste que tem. Eu imaginava um final feliz e surpreendente, mas não, o que acontece é exatamente o que a nosso sub consciente torce para que não aconteça, porque na realidade, nossa consciência sabe que o amor dos dois, naquele momento, é praticamente impossível deles vivenciarem devido às pedras que entram no caminho dos dois - e que há em todas as nossas vidas, não é mesmo?

 A narrativa é ótima, e até as partes em que John narra seu trabalho no exército não deixam de ser boas, pois de uma forma ou de outra, é essencial ao livro e à história. E podemos até perceber a força que a personagem faz para afastar Savannah de seus pensamentos quando ele para - por um bom tempo - de falar sobre ela em seu cotidiano, logo após ter recebido a carta que destroçou seu coração. Fiquei me imaginando em seu lugar, no meio de uma guerra, com um único assunto que antes era pendente e que dava esperanças para sobreviver, mas que a outra pessoa envolvida dá seu próprio desfecho, sem pedir sua opinião, sem você nem ao menos saber... E, aliás, por suas costas. Eu realmente fiquei muito decepcionada com a atitude que Savannah tomou (como NÃO soltar spoiler?!) e que deixou John arrasado. Ele praticamente perdeu todos que o amavam, e ela ajudou demais nisso. Uma raiva tremenda me consumiu no momento em que lia essas passagens, e toda a descrição que John fez no início sobre Savannah ser um anjo e ter boas intenções foi por água a baixo para mim. Ela agiu como uma... Bom, vocês me entenderam, certo? haha

 Mas o mais importante de toda a história é a mensagem que ela nos passa no final: Não importa as consequências nem o motivo e muito menos o que vai acontecer entre duas pessoas que se amam, tudo o que realmente importa é que, quando uma pessoa realmente ama outra pessoa, ela vai querer o seu bem independentemente de qualquer circunstância. E é por isso que não me importei com o final infeliz (acho que foi mais para o John).

 Outro ponto da história que me emocionou foi o relacionamento de John com o seu pai. Essa relação nos passa mais uma mensagem: não importa como a pessoa é, nem se ela é doente ou tem muitos defeitos, se ela é seu pai ou sua mãe e vocês se amam, nada realmente importa, somente o amor fraternal que existe entre pai e filho.

 Então o livro foi escrito praticamente para ensinar lições de vida. Dá uma importância enorme ao amor familiar e amoroso, mesmo em circunstâncias difíceis; é preciso acreditar que realmente existe amor, e que ele realmente pode superar sacrifícios.

Autor: Nicholas Sparks
Editora: Novo Conceito
ISBN: 8563219022 
Páginas: 275
Avaliação: PhotobucketPhotobucketPhotobucketPhotobucketPhotobucket

13 comentários:

  1. Mellory,pensei seriamente se lia ou não lia sua resenha,pois ainda não terminei de ler o livro.Maas,como sabe,sou curiosa e ansiosaa haushaus,não me contive haha..
    Estou na terceira parte,no capítulo 17 e já imagino o final triste qual vai ser.Fiquei muito chateada com a atitude de Savannah também e fiquei triste quando o pai de John faleceu.A relação dos dois era muito bonita,principalmente depois que John entendeu os problemas de seu pai.Bem,esse concerteza é um livro maravilhoso,um dos melhores que já li.
    Beijos:*

    ResponderExcluir
  2. muito fofo seu blog! Adorei *-*
    Estou te seguindo...
    Tenta me seguir novamente, provavelmente o servidor estava fora da área ou algo parecido!

    Adorei Querido John, ótima resenha =)

    ResponderExcluir
  3. esqueci de contar que aceito a parceria sim...louquinha eu! shaushausha
    Fiz resenha de querido john sim, tá lá no meu blog =)
    Vou por seu button quando atualizar meus parceiros ok?!

    beijos...

    ResponderExcluir
  4. Olha.. estou vendo todos lendo e fazendo comentários tão maravilhosos sobre o livro.. e deu aquela vontade de ler.. o ruim q qdo vi o filme ñ achei tão tão bom qto achei q fosse.. apesar de bonitinho e tal.. mas pelo visto o livro é bem melhor.. estarei conferindo tb...

    ResponderExcluir
  5. Adorei a resenha, me deu vontade de ler esse livro..Vi o filme e gostei, achei fofo.

    Incrível os closets né ?! Concordo, o da Olivia cairia muito bem..=D

    Precisamos fazer a receita, depois te conto se deu certo, porque não sou a melhor pessoa para cozinhar..

    Beijão.

    ResponderExcluir
  6. Ah sério ?!!
    Mas se você tem um parecido, acho esse tom lindo, é que adoro esmaltes da Revlon, então acabo comprando da marca mesmo.

    Beijão.

    ResponderExcluir
  7. Adorei seu blog Mellory! Você faz post ótimos! Obrigada por visitar e comentar lá no meu blog!
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Hum, parece ser bom esse livro. Mas ultimamente tenho optado por não ler livros tristes... hehe. Bjosss

    ResponderExcluir
  9. Oi Mellory!
    Poxa adorei mtooo seu blog, posso seguir?!
    adorei a resenha, o layout, os posts!
    Se quiser conhecer o meu ficarei mto feliz :www.cariocabaiana.blogspot.com
    beijos mil e parabéns pelo cantinho!

    ResponderExcluir
  10. Hey Mah, eu só vi o filme de Querido, John :X e não gostei, e apesar de ler criticas positivas sobre o livro, eu não tenho vontade de ler o livro. :S JAKJAOPKPOFF

    :*

    ResponderExcluir
  11. eu quero muito ler, eu também quero ler "A ultima musica", que também é do mesmo autor.

    Eu achei "A caça de Harry Wisnton" muuito bom, eu indico. E de Gossip Girl eu acabei esses dias o 8, e meu pai ta me enrolando pra comprar os outros \:

    beijoos,
    www.fashionchillies.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Ah! Esses dias vc perguntou em um comentário no blog se tinha Forerver 21 em São Paulo... e infelizmente não tem! :(
    Beijos

    ResponderExcluir

Obrigado por visitar e comentar no Literature-se.
Assim que puder, visitarei o seu blog. Caso não tenha um, deixe twitter, Facebook ou e-mail para que eu possa respondê-lo :)
Dicas, sugestões e críticas construtivas? Comentários abertos para isso e muito mais, só contando com aquela boa dose de bom-senso necessário, né? ;)

 
Literature-se © Todos os direitos reservados :: Ilustração por Prih Mizuh (@pri_mizuh) :: voltar para o topo